Ato na USP por mais policiamento é um marco; veja comentário

Ato na USP por mais policiamento é um marco; veja comentário

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:42

O primeiro caso de roubo seguido de morte ocorrido na Cidade Universitária fez com que professores, funcionários e estudantes da USP passassem a cobrar maior presença da Polícia Militar no campus.

Embora seja controversa, a abordagem do tema, feita em ato realizado nesta quinta-feira (19) por alunos da FEA (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade), pode ser considerada um marco na história da USP. A razão, segundo a repórter Laura Capriglione no comentário acima (veja vídeo), é a ação da PM no passado, durante a ditadura militar.

"A presença da polícia era sempre vista como uma presença inimiga. Alguém que chegaria lá para prender professores, alunos e funcionários."

O protesto dos estudantes foi motivado pela morte de Felipe Ramos de Paiva, 24, assassinado na noite de anteontem (18) após deixar o prédio da FEA, da qual era aluno.  

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame