Banco Itaú Unibanco tem lucro de R$ 4,9 bi no 2º trimestre

Fonte: O GLOBO Atualizado: terça-feira, 5 de agosto de 2014 12:16
 Agência do Itaú Unibanco em São Paulo
Agência do Itaú Unibanco em São Paulo

 Agência do Itaú Unibanco em São PauloO Itaú Unibanco anunciou nesta terça-feira que teve lucro líquido de R$ 4,899 bilhões no segundo trimestre, avanço de 36,7% ante mesma etapa de 2013. Em bases recorrentes, o lucro do maior banco privado do país atingiu R$ 4,973 bilhões, variação positiva de 37,3% também na comparação anual.

A previsão média de sete analistas consultados pela Reuters para esta linha era de R$ 4,634 bilhões. No fim de junho, a carteira de crédito do Itaú Unibanco somava R$ 487,623 bilhões, com expansão de 9,6% em 12 meses.

Os destaques foram os segmentos de consignado (62,1%), imobiliário (26,1%) e cartão de crédito (28,6%). O índice de inadimplência da carteira do banco, medido pelo saldo de operações vencidas com mais de 90 dias, chegou a 3,4% no fim do semestre, ante 4,2% um ano antes.

Foi o oitavo trimestre consecutivo de queda. As despesas do Itaú Unibanco com provisões para perdas com calotes somaram R$ 4,465 bilhões no período. Descontados valores obtidos com recuperação de crédito, o montante foi de R$ 3,23 bilhões, ante R$ 3,16 bilhões no trimestre anterior e R$ 3,65 bilhões em igual trimestre do ano passado.

A rentabilidade sobre o patrimônio líquido, índice que mede como os bancos remuneram o capital de seus acionistas, ficou em 23,7% para o Itaú Unibanco no trimestre, em bases recorrentes. O número tinha sido de 22,6% de janeiro a março e 19,3% no segundo trimestre de 2013.

Na semana passada, o Bradesco informou lucro líquido no segundo trimestre de R$ 3,78 bilhões, alta de 28,1% em relação a igual período de 2013. Já no acumulado do primeiro semestre, o lucro chegou a R$ 7,22 bilhões, avanço de 23,1%.

E o Santander anunciou ganho líquido de R$ 527,5 milhões no segundo trimestre deste ano. O resultado é 1,75% maior que o registrado nos primeiros três meses do ano e 5,3% superior ao obtido no segundo trimestre de 2013. O lento ritmo de crescimento na carteira de crédito e na captação de clientes durante o segundo trimestre, impactados pela baixa atividade econômica, contribuíram para o resultado fraco.

 

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame