É para o Senhor

Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo. Colossenses 3.23-24

Fonte: Não Morda a MaçãAtualizado: terça-feira, 22 de julho de 2014 19:25
adoração
adoração

adoraçãoFala, galerinha! Tudo beleza? Passados os embalos da Copa do Mundo, com a Alemanha merecidamente campeã, estamos aqui de volta para falar sobre um aspecto que é por vezes deixado de lado na nossa vida congregacional – o serviço.

Assumir a vida cristã é sinônimo de dedicação. Engana-se quem pensa que o fato de ser filho de Deus nos isenta de deveres. Enquanto que nas relações de patrão-empregado as pessoas podem frustrar-se, por mais que dediquem-se no trabalho, com Deus é diferente. Ele recompensa quem se dispõe a fazer Sua vontade.

Há uma passagem que resume bem essa verdade:

Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo. Colossenses 3.23-24

Jesus nos ensinou que ninguém que põe a mão no arado e olha para trás é apto para entrar no Reino de Deus (Lucas 9.62). Nisso Ele quer afirmar o quanto está interligado o fato de ser discípulo com o caráter de servo.

Tanto é verdade que Cristo, mesmo sendo o próprio Deus, veio ao mundo para nos servir. Por conta das atitudes que acompanhavam Seu discurso que Jesus foi considerado como Mestre revestido de autoridade (ao contrário dos fariseus, que só tinham conhecimento, mas não colocavam em prática).

Lembre-se que, diferente do que pode ocorrer na vida secular, nosso Patrão não atrasa o “pagamento” nem nos “demite”, ainda que deixemos de trabalhar como convém. Deus nos trata como aquilo que é mais precioso para Ele. Logo, mesmo que sejamos Seus servos, somos também filhos amados.

Ainda sabendo de tudo isso, por que não damos ao serviço no Reino o mesmo empenho que temos com outras atividades de nossa vida? Somos zelosos no trabalho, nos estudos, na família, no lazer, mas geralmente omissos com a obra de Deus.

Seu relacionamento com o Senhor não é um passatempo. Infelizmente há muitos declarados cristãos que preferem abrir mão de estar na presença de Deus para satisfazer “coisas mais importantes”. Não seja mais um deles, em nome de Jesus.

Deus nos ama e espera que saibamos corresponder com ações que glorifiquem o nome dEle. Empenhe-se mais em ser um instrumento do Senhor nesta geração.


- Diego Cesar

 

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame