Roberto de Lucena: "Mais importante que saber sobre avivamento é experimenta-lo na prática"

Ministrando no Congresso de Avivamento, em Campinas, o pastor testemunhou a sua mais recente vitória na luta contra o câncer.

Fonte: GuiameAtualizado: sábado, 6 de junho de 2015 00:23

Na última quinta-feira (4), o pastor Roberto de Lucena teve a oportunidade de ministrar no Congresso de Avivamento, realizado pela Igreja Batista Amoreiras, em Campinas (SP).

Mesmo tendo participado da Marcha para Jesus, que aconteceu neste mesmo dia, na capital, o preletor ignorou a rouquidão e compareceu ao evento da igreja que ele considera 'a sua casa em Campinas', como ele próprio assumiu durante o culto.

Logo no início de sua ministração, o preletor da noite expressou sua gratidão por aquela igreja, que o apoiou em um momento difícil de sua vida: a luta contra o câncer, em 2006.

"Em 2006 eu enfrentei um adversário poderoso. Eu tive que passar por uma cirurgia para vencer o câncer. Eu tive que passar por mais duas cirurgias para enfrentar esse mesmo gigante. Quando nós estivemos aqui no mês de junho, eu vim receber as orações de vocês, para entrar em mais uma batalha. Eu tinha um diagnóstico ruim e aquele adversário havia se levantado de novo e eu não podia dizer a ninguém. Ninguém soube. Fomos para esta batalha tremenda", disse.

Lucena continuou seu testemunho, relatando que ainda neste inicio de 2015, precisou submeter-se a uma bateria de exames para saber qual seria o procedimento necessário para vencer a enfermidade, mas um milagre aconteceu.

"No mês passado eu fiz os exames para saber se eu ia operar e quando iria operar. Nos exames que fizemos não houve captação de iodo e o médico disse: 'Estranho... Faça mais um ultrassom'. Aquele tumor tinha desaparecido. Eu quero agradecer as orações de vocês, que moveram o braço de Deus em meu favor. Esta igreja é a igreja do avivamento, porque mais importante que nós sabermos o que é avivamento e sermos doutores do conceito é experimentarmos o avivamento na prática", contou.

Clique no vídeo abaixo para assistir à pregação (que se inicia a partit do tempo 33:22):

Siga-nos

Mais do Guiame