Lula se compara a Jesus, ao falar sobre investigações: "Pago esse preço"; assista

Em um discurso inflamado, o presidente comentou as investigações da Lava Jato e afirmou que sente que seu "legado político está sendo desrespeitado".

Fonte: Guiame, com informações da VTVAtualizado: sexta-feira, 11 de março de 2016 19:29
Lula ter seu nome citado em um documento oficial do Ministério Público de São Paulo, que pediu sua prisão preventiva, para que ele não atrapalhe nas investigações da Lava Jato.
Lula ter seu nome citado em um documento oficial do Ministério Público de São Paulo, que pediu sua prisão preventiva, para que ele não atrapalhe nas investigações da Lava Jato.

Na sexta-feira da semana passada, o ex-presidente Lula fez um discurso inflamado para militantes do PT, da CUT e sindicatos trabalhistas. O encontro ocorreu horas depois do cumprimento do mandado de condução coercitiva, executado pela Polícia Federal, que o levou a depor na delegacia do aeroporto de Congonhas.

Além de sua casa em São José dos Campos, outras propriedades que estariam ligadas ao ex-presidente, como o sítio em Atibaia e casas no Rio de Janeiro e na Bahia também foram investigados pela Polícia Federal.

Ao falar sobre seu depoimento na Polícia Federal, Lula apontou a atitude dos policiais como "desrespeitosa".

"Eles transformaram a minha importância política em uma subordinação a empresas envolvidas na Lava Jato, sem lembrar da quantidade de palestras que eu fiz pelo país, sem lembrar o tanto que eu defendi esse país. Às vezes, ao invés de me ofender, eu fico me perguntando: 'P** por que tanta ingnorância?", destacou.

O presidente também comparou a condução das investigações, que têm levado a medidas como as que foram tomadas na semana passada, a atos de perseguição e chegou a citar o sofrimento de Jesus Cristo, ao falar sobre assunto.

"Eles abandonaram todos os Pacús, todos os Jaús e foram pegar o Lambari. Eu falo para o meu filho: 'Não fica com raiva. É assim mesmo. Vamos suportar. Jesus Cristo sofreu mais do que nós. Tiradentes foi crucificado e somente depois de mais de cem anos que ele foi transformado em herói. Se a gente tem que pagar esse preço, vamos pagar. Nós vamos lutar", disse.

Clique no vídeo abaixo para conferir:


Prisão preventiva
Na última quarta-feira (9), o Ministério Público de São Paulo também apresentou um pedido de prisão preventiva de Lula, alegando que o ex-presidente poderia atrapalhar as investigações.

Os autores da denúncia também apontaram que foram "amplamente comprovadas", as manobras violentas de Lula e seus apoiadores, para que ele pudesse permanecer blindado.

Além de Lula, a denúncia apresentada pelo MP de São Paulo também pede a prisão do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, e de outros dois investigados do caso Bancoop.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame