Em vídeo, Jonathan Nemer critica a ideologia de gênero: "A sociedade não pode ficar refém disso"

O ator explicou que seus argumentos não se baseiam em homofobia, mas sim no alerta contra uma ideologia que atenta contra a Família.

Fonte: GuiameAtualizado: sexta-feira, 25 de setembro de 2015 16:35

Na última quinta-feira (24), o humorista cristão Jonathan Nemer postou um vídeo em sua página oficial do Facebook, falando sobre a ideologia de gênero e se posicionando contra esta proposta.

Ele contou que estava preenchendo formulários para renovar o seu passaporte na Polícia Federal e se viu diante de uma situação que o lembrou desta proposta.

"Eu estava preenchendo a ficha de inscrição da Polícia Federal e, logo na primeira página, eu me surpreendi com o campo 'pai' e campo 'mãe'. Desta vez havia o campo 'genitor 1' e ao final do campo, as opções 'masculino' e 'feminino'; e no 'genitor 2', a mesma coisa. Eu preenchi lá, mas comecei a pensar que já que existe este leque de possibilidades, dá para colocar dois 'genitores' masculinos. Mas se são dois homens, obviamente não serão dois genitores, porque homem com homem não procria, não reproduz, não gera vida", disse.

O ator explicou que seus argumentos não se baseiam em homofobia, mas sim no alerta contra uma ideologia que atenta contra a Família.

"Eu não estou aqui falando contra os homossexuais. Eu estou querendo dizer que, aos poucos, a sociedade está se curvando a uma minoria, talvez inferior a 1%. Eu tenho amigos homossexuais, já questionei com eles sobre isso e eles acharam um absurdo, ter que tirar da certidão de nascimento os termos 'pai' e 'mãe', porque eles sabem que têm um pai e uma mãe. Eu acredito que a sociedade não pode ficar refém disso", alertou.

Clique no vídeo abaixo para conferir o depoimento completo:

 

 

Você tem PAI e MÃE? Ou Genitor 1 e Genitor 2? Se você é contra a retirada das nomenclaturas PAI E MÃE dos documentos, COMPARTILHE ESSE VÍDEO. Querem destruir a família de uma forma sutil. Vamos divulgar para toda Sociedade o que tem acontecido. Até mesmo os próprios homossexuais são contra a retirada do PAI E MÃE dos documentos. Apenas uma minoria fanática e ignorante pleiteia essa alteração. TENHO PAI E MÃE!!! COMPARTILHEM! Siga no instagram: @jonathannemer

Posted by Jonathan Nemer on Quinta, 24 de setembro de 2015

 

Ministério da Educação
Recentemente, o Ministério da Educação (MEC) gerou polêmica ao autorizar a criação do chamado "Comitê de Gênero", que iria debater questões como "diversidade sexual" nas escolas. Porém, diversos parlamentares se opuseram à portaria e o Ministério alterou o nome do órgão - após 12 dias de sua criação - para "Comitê de Combate ao Preconceito".

Segundo a proposta desta ideologia, a criança não nasce com seu gênero (masculino ou feminino) definido e tem autonomia para se definir como quiser.

A inclusão desta linha educacional nos Planos Municipais de Educação (para ser aplicada em escolas de todo o Brasil) gerou polêmica e levou milhares de parlamentares e defensores da Família às Câmaras Municipais para expressarem seu posicionamento contrário à proposta.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame