Deputado evangélico, Marcelo Aguiar denuncia programa de TV ao MPF por ofensa aos cristãos

A representação contra o programa "Tá no Ar" foi apresentada ao Ministério Público, em razão de uma recente sátira, exibindo a personagem "Galinha Preta Convertidinha".

Fonte: GuiameAtualizado: terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 18:38
Junto à personagem de desenho animado, também apareciam os "amiguinhos" da galinha, como o "Cãozinho Pastor" e a "Ovelhinha de Jesus".
Junto à personagem de desenho animado, também apareciam os "amiguinhos" da galinha, como o "Cãozinho Pastor" e a "Ovelhinha de Jesus".

Na última segunda-feira, 23/02, o deputado federal Marcelo Aguiar (DEM-SP) entrou com uma representação no Ministério Público Federal contra o programa "Tá no Ar", da rede Globo de televisão. O motivo da ação foi a exibição de um quadro com a personagem "Galinha Preta Convertidinha", na edição mais recente do programa.

Junto à personagem de desenho animado, também apareciam os "amiguinhos" da galinha, como o "Cãozinho Pastor" e a "Ovelhinha de Jesus".

"Ir pro inferno é fogo/ A Verdade é Universal/ Cuidado com a Hora/ do Juízo Final", dizia o jingle do "comercial" infantil. Logo após as músicas, crianças do suposto comercial gritavam para mãe: "Compra, mãe! Em nome de Jesus!".

O parlamentar evangélico apontou o material como ofensivo e hostil.

"Utilizaram crianças, sem nenhum tipo de pudor, com uma música que hostilizava e envergonhava toda a classe evangélica", disse o deputado em um vídeo publicado em seu canal oficial do Youtube.

Marcelo lembrou também que tempos atrás o mesmo programa já havia exposto sátiras que ofendiam os católicos.

"Esta representação não é só a favor do povo evangélico, mas dos cristãos do nosso Brasil", declarou.

Clique no vídeo abaixo para conferir o breve depoimento do deputado:

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame