Ao lado de Feliciano, Temer fala em 'reconciliação' entre brasileiros: "É preciso muita oração"

Temer também 'tomou a liberdade' de pedir orações não somente pelo Brasil mas também por ele mesmo, reforçando que o país precisa "se pacificar".

Fonte: GuiameAtualizado: terça-feira, 3 de maio de 2016 11:14
Vice-presidente Michel Temer (à esquerda) ao lado do deputado federal pastor Marco Feliciano (à direita), durante gravação de vídeo. (Imagem: Facebook)
Vice-presidente Michel Temer (à esquerda) ao lado do deputado federal pastor Marco Feliciano (à direita), durante gravação de vídeo. (Imagem: Facebook)

Na noite desta segunda-feira, o deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC - SP) compartilhou em sua página oficial do Facebook, um vídeo no qual aparece acompanhado do vice-presidente Michel Temer (PMDB).

Na descrição do vídeo, o pastor pede que todos orem pelo país e pelo vice-presidente, além de propor que se desfaça "a maldosa calúnia de que Michel Temer seria satanista".

Logo no início do vídeo, o vice-presidente chama Feliciano de "velho amigo" e pede orações para estabelecer uma harmonia no país.

"Estou aqui ao lado do pastor Marco Feliciano, meu velho amigo e companheiro de redes políticas e sei que que hoje ele estará em Camboriú, fazendo um encontro de muita gente e naturalmente orando pelo Brasil e para que o Brasil ganhe muita paz e tranquilidade, já que nos últimos tempos tem sido muito pregada a desunião do Brasil, ou seja, brasileiros contra brasileiros", disse.

"Nós, que somos religiosos - e eu tomo a liberdade de dizer que a palavra religião vem de 'religo' / 'religare' - nós todos, eu e o pastor Marco Feliciano, queremos fazer uma religação dos brasileiros e, para tanto, é preciso muita oração".

Temer também 'tomou a liberdade' de pedir orações não somente pelo Brasil mas também por ele mesmo, reforçando que o país precisa "se pacificar".

"É preciso que estejamos empenhados nesta tarefa. Por isso que quando o pastor Marco Feliciano me dá a oportunidade de dirgir-me a milhares de pessoas, eu quero pedir as suas orações pelo Brasil, se me permitem, para mim mesmo e quero mais uma vez, pregar a pacificação do país", afirmou.

"Com muita fé, muita tranquilidade, quero dizer que nós todos, eu também, vamos orar pelo nosso país".

Ainda em seu depoimento, Temer aproveitou para cumprimentar Cesino Bernardino, Pastor presidente dos Gideões Missionários da Última Hora.

Após as declarações de Temer, Marco Feliciano "convocou a igreja" - e a todos os que o acompanham nas mídias sociais - para orar pelo vice-presidente.

"O nosso vice-presidente, um homem temente a Deus está rogando a oração da Igreja. E eu quero convidar a Igreja agora a levantar um clamor pela vida do nosso vice-presidente e pela nossa nação.

Clique no vídeo abaixo para conferir:


Boatos
Anos atrás, a informação de que Michel Temer seria satanista começou a ganhar projeção nas mídias sociais e voltou a ser comentada logo após a votação favorável ao impeachment na Câmara.

Os boatos apontavam para um relato do escritor cristão e ex-satanista Daniel Mastral, que poderiam sugerir este fato. Porém, o próprio autor desmentiu a informação em uma entrevista exclusiva ao Guiame e falou abertamente sobre toda essa repercussão na mídia.


Impeachment
Atualmente, o processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff está sendo avaliado pela Comissão do Impeachment no Senado.

A sessão da última segunda-feira (2), foi marcada por momentos de tensão e nervos aflorados, como uma discussão entre os senadores Ronaldo Caiado (DEM - GO) e Lindbergh Farias (PT - RJ).

Caiado chegou a acusar - falando no microfone - que o governo Dilma estaria prejudicando a troca de gestão para Michel Temer, com a destruição de arquivos

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame