Ator de Hollywood sobrevive a explosão e se entrega a Jesus: "Minha vida não é mais minha"

Kristopher Polaha conta que buscou sentido para sua vida em diversas religiões, mas só o encontro em Jesus.

Fonte: Guiame, com informações do Faith WireAtualizado: sexta-feira, 26 de abril de 2019 14:01
Kristopher Polaha sobreviveu a uma explosão e afirma que isso foi livramento de Deus. (Foto: The Stream)
Kristopher Polaha sobreviveu a uma explosão e afirma que isso foi livramento de Deus. (Foto: The Stream)

Kristopher Polaha é um dos atores mais fiéis de Hollywood, com uma história sobre a redescoberta da fé que detém o poder de inspirar a muitas pessoas. Polaha, que já atuou em filmes e programas de TV como "Onde Cresce a Esperança", "Run the Race" e "Vida Inesperada", revelou recentemente como ele se afastou de suas raízes cristãs, mas foi trazido de volta após um evento inesperado.

O ator disse ao programa "The Billy & Justin Show", que ele cresceu em um lar com um pai católico e uma mãe pentecostal, e que ele chegou a um dilema sobre sua fé quando tinha cerca de 17 anos de idade.

A vida de Polaha estava indo bem na época e ele começou a se perguntar se era realmente Deus o estava ajudando, ou se ele estava realizando tudo por conta própria.

"Eu estava meio que querendo tomar o lugar de Deus em meu próprio coração”, ele disse ao "The Billy & Justin Show", observando que ele decidiu ficar sem orar por seis meses em um esforço para "testar" Deus. "Esses seis meses se transformaram em seis anos".

Durante o tempo espiritualmente errante de Polaha, ele começou a estudar outras religiões, mas de alguma forma se pegou começando a orar e a buscar a Deus novamente. Enquanto viajava pelo mundo, sentiu que estava se reconectando lentamente com suas raízes de fé.

"Foi como se Deus tivesse começado a bater na porta do meu coração novamente", disse ele.

O resgate da fé

Mas então algo aconteceu que chocou Polaha e o trouxe definitivamente de volta à sua fé. Um momento que desafiava a morte se desenrolou em um dia de outono em outubro, enquanto ele e um amigo caminhavam por uma rua de Nova York.

"Estávamos em frente a um prédio onde havia um restaurante ... poderíamos ter estado em qualquer lugar naquela noite a qualquer momento", disse ele. "O cara que era dono [deste restaurante] estava tentando incendiá-lo e acabou explodindo o local".

A explosão poderia ter matado Polaha e seu amigo, mas de alguma forma, nada aconteceu aos dois.

"O chefe do Corpo de Bombeiros na sala de emergência disse: 'Vocês deveriam ter sido decapitados ... vocês não deveriam estar aqui agora e o fato de vocês estarem vivos já é um milagre ", contou Polaha.

Nesse momento, tudo mudou.

"Deus meio que arrombou a porta, de certa forma", disse Polaha. "De repente, minha vida não era mais minha. Eu realmente realmente acho que não deveria estar aqui”.

Polaha sofreu uma lesão grave na cabeça - uma que exigiu 120 pontos no total, com 80 desses pontos no rosto. Ele sentiu no momento que seus sonhos de ter uma carreira de sucesso estavam completamente acabados.

"Eu não tenho mais como continuar a atuar", ele pensou na época. "Está tudo acabado na minha carreira".

Anos depois, Polaha continua a ter sucesso nas telas grandes e pequenas. Embora aquela explosão tenha feito pouco para retê-lo profissionalmente, o grande livramento ajudou bastante a redescobrir a fé cristã da qual ele se afastou.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame