Prefeito permite nome de Jesus na entrada da cidade e gera polêmica no Texas

"Jesus representa milhões de pessoas, e eu não acho que haja algo de errado com essa placa", afirma Rogers. "Jesus faz parte de todas as grandes religiões do mundo, você não pode fixar uma religião sobre Jesus."

Fonte: Guiame, com informações de Raw StoryAtualizado: quinta-feira, 11 de junho de 2015 20:59
Em tradução, na placa está inscrita a frase "Jesus te dá boas-vindas à Hawkins".
Em tradução, na placa está inscrita a frase "Jesus te dá boas-vindas à Hawkins".

 

A placa de boas vindas de uma cidade do Texas, Estados Unidos, gerou polêmica por citar Jesus ao receber moradores e visitantes. A inscrição "Jesus te dá boas-vindas à Hawkins" foi permitida pelo prefeito Will Rogers, mas tem sido alvo de críticas de um grupo ateísta.

A Freedom From Religion Foundation (Fundação pela Liberdade de Religiões, em português) enviou uma carta à Câmara Municipal Hawkins sobre a placa depois da reclamação de um morador da cidade
De acordo com a instituição, a placa transmite uma preferência para o cristianismo sobre as outras religiões, e para a religião em detrimento da não-religião.

O grupo ainda pediu para que as autoridades locais considerassem a reação do público ao se deparar com placas como "Maomé te dá boas-vindas à Hawkins" ou "Nenhum Deus te dá boas-vindas à Hawkins".

O prefeito, no entanto, discorda da FFRF, argumentando que Jesus Cristo não deve ser associado exclusivamente a uma religião. "Jesus representa milhões de pessoas, e eu não acho que haja algo de errado com essa placa", afirma
 Rogers"Eu não acho que isso vai contra a nossa constituição. Jesus faz parte de todas as grandes religiões do mundo, você não pode fixar uma religião sobre Jesus."

O prefeito disse que a placa foi aprovada por unanimidade há quatro anos pelo Conselho Municipal, e feitas por alunos de uma escola pública local. "Os cidadãos devem expressar o seu apoio. Mesmo que você não olhe para Jesus como um líder religioso, você tem os aspectos humanitários de sua vida, enquanto ele estava aqui", explica Rogers.

A placa foi paga por doadores privados, e está localizada em um terreno da prefeitura. O
 grupo FFRF ainda luta para que a mensagem seja removida.

Siga-nos

Mais do Guiame