Policiais são forçados a retirar figuras de cruzes de suas viaturas, nos EUA

Uma fundação ateísta entrou com uma ação judicial contra a polícia do condado de Brewster (Texas), afirmando que a permissão às cruzes representava um endosso do governo ao cristianismo, o que supostamente seria uma violação de Primeira Emenda.

Fonte: Guiame, com informação da SRN NewsAtualizado: quinta-feira, 9 de junho de 2016 19:13
Carros de polícia do condado de Brewster, com cruzes expostas em seus vidros traseiros. (Foto: My States Man)
Carros de polícia do condado de Brewster, com cruzes expostas em seus vidros traseiros. (Foto: My States Man)

Os decalques de cruzes terão que ser removidos de veículos de patrulha policial em um condado do oeste do Texas (EUA). A decisão surgiu após a fundação ateísta 'Freedom From Religion' mover uma ação contra a corporação.

A fundação com sede em Wisconsin entrou com a ação judicial no dia 02 de março, dizendo que a exposição de cruzes nos veículos do condado de Brewster representavam um endosso do governo ao cristianismo, o que supostamente seria uma violação de Primeira Emenda, que proíbe o governo de favorecer uma religião em detrimento de outra.

O governador do estado, Greg Abbott discordou, dizendo que a simples exposição das "cruzes não estabelecem uma religião, nem ameaçam a capacidade de qualquer pessoa de decidir adorar (ou não) a Deus".

Mas os líderes do condado rural na fronteira com o México concordaram em proibir o uso de "símbolos políticos, religiosos, comerciais e pessoais nos veículos do governo" e pagar cerca de 22.000 dólares, referentes às despesas legais e custos judiciais da fundação que entrou com a ação.


"Em Deus nós confiamos"
Em casos semelhantes, outras corporações policiais também chegaram a serem processadas por escolherem 'customizar' suas viaturas com frases, como "Eu Deus nós confiamos". Porém no caso do estado de Luisiana, a decisão de colocar a frase nos carros acabou sendo finalmente aprovada pelos representantes do Conselho Estadual.

 

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame