Netflix tem mais de um 1 milhão de dislikes em trailer de filme que sexualiza meninas

O filme 'Cuties' ('Lindinhas') tem sido reprovado pelo público por expor cenas que sexualizam garotas de 11 anos.

Fonte: Guiame, por João NetoAtualizado: terça-feira, 25 de agosto de 2020 11:22
O cartaz de divulgação do filme gerou grande polêmica por sugerir a sexualização de crianças de 11 anos. (Imagem: Netflix)
O cartaz de divulgação do filme gerou grande polêmica por sugerir a sexualização de crianças de 11 anos. (Imagem: Netflix)

A Netflix teve cerca de 1,1 milhão de dislikes (reprovações) na publicação do trailer do novo filme “Cuties” (“Lindinhas” em português). A plataforma de streaming tem recebido muitas críticas pelo lançamento do filme, que tem um roteiro e imagens um tanto controversas.

Segundo a própria descrição feita pela Netflix no trailer, “Amy, de 11 anos de idade, começa a se rebelar contra as tradições conservadoras de sua família quando fica fascinada por uma turma de dança de espírito livre”.

A questão é que Amy se junta a um grupo de dança conhecida como Twerk, que tem movimentos sensuais, o que gera imagens que sexualizam a protagonista e as outras atrizes com essa idade. Além disso, para entrar no grupo, a garota chega a cometer delitos, como roubar os próprios pais.

Pelo lançamento do filme, a Netflix tem recebido milhares de críticas e acusações de que está promovendo a sexualização precoce das garotas.

“Então, a mãe é a vilã por disciplinar sua filha de 11 anos, depois que ela se junta a um grupo de ‘twerk’ e rouba o dinheiro de seus pais? Está bem”, ironizou uma internauta no post feito pela Netflix no YouTube.

“As crianças devem brincar e crescer saudáveis... não serem brinquedos sexuais. Esse filme está totalmente errado... Vocês deviam se envergonhar”, comentou outra.

Outro internauta celebrou a quantidade de reprovações que o trailer está tendo no YouTube.

“1 milhão de dislikes. Há esperança para o mundo. A Netflix não parece se importar”, comentou.

“A parte mais triste sobre isso é... essas garotas de verdade têm pais ou tutores de verdade, que consentiram que suas filhas brincassem neste lixo destruído ... pensem sobre isso…”, comentou outro.

Alguns dos internautas chegaram a comentar que denunciaram o vídeo como “abuso infantil”.

Tentativa de retratação

Na semana passada, a Netflix se desculpou pela polêmica gerada com a divulgação de um banner do filme “Cuties” em suas redes sociais. Na imagem, as personagens do filme (garotas de 11 anos) aparecem vestindo roupas curtas e em posições sensuais da dança ‘twerk’.

"Pedimos perdão pela arte inapropriada que usamos para o filme 'Cuties'. Foi errado, e a arte não representava corretamente o conteúdo deste filme francês que venceu um prêmio em Sundance", publicou a página da plataforma, após remover o banner de suas redes.

Porém, apesar da tentativa de retratação em razão da polêmica com o banner, a Netflix continua com a data de lançamento do filme confirmada (9 de setembro). Dessa forma, as imagens e a sexualização das crianças continuará disponível em sua plataforma de streaming.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame