Mulher de 102 anos se recupera ‘milagrosamente’ de coronavírus na Itália

Italica Grondona da cidade de Gênova, no norte da Itália, teve alta após passar mais de 20 dias no hospital.

fonte: Guiame, com informações da CNN

Atualizado: Quarta-feira, 1 Abril de 2020 as 10:13

Italica Grondona na comemoração dos seus 102 anos. (Foto: Reprodução/CNN)
Italica Grondona na comemoração dos seus 102 anos. (Foto: Reprodução/CNN)

Uma senhora de 102 anos está curada de coronavírus. Ela recebeu o apelido de ‘Highlander, a imortal’, pela equipe médica que a tratou durante sua internação por insuficiência cardíaca e testar positivo para a Covid-10.

"Nós a apelidamos de 'Highlander' - a imortal", disse a médica Vera Sicbaldi, que tratou Italica Grondona no hospital San Martino, em Gênova.

A idade média das pessoas que testaram positivo para coronavírus e posteriormente morreram na Itália é de 78 anos, de acordo com o Instituto Nacional de Saúde do país.

Grondona foi hospitalizada no início de março por "insuficiência cardíaca leve", disse Sicbaldi à CNN.

"Ela tinha apenas alguns sintomas leves de coronavírus, então a testamos e ela foi positiva, mas fizemos muito pouco, ela se recuperou sozinha", acrescentou Sicbaldi.

Os médicos dizem que o caso dela os impressionou tanto que eles decidiram estudá-lo mais profundamente.

"Temos amostras sorológicas, ela é a primeira paciente que sabemos que pode ter passado pela 'gripe espanhola' desde que nasceu em 1917", explicou Sicbaldi, referindo-se à pandemia de gripe de 1918/1919 que matou pelo menos 50 milhões de pessoas em todo o mundo, de acordo com os Centros de controle e prevenção de doenças.

Grondona deixou o hospital em 26 de março e agora está em um lar de idosos. "Não sei qual é o segredo dela, mas sei que ela é uma mulher livre e independente", disse à CNN o sobrinho Renato Villa Grondona.

“Ela sofreu muito, mas ama a vida”, declarou Renato.

veja também