Luiz Sayão é excluído da Wikipedia: “Lamento por tentarem descaracterizar o meu trabalho”

O verbete do hebraísta ficou disponível por cerca de 20 anos e agora “por critérios desconhecidos” foi eliminado. Amigos e seguidores querem uma explicação.

Fonte: Guiame, Cris BeloniAtualizado: quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021 15:03
Luiz Sayão (Foto: Reprodução/Arquivos Pessoais)
Luiz Sayão (Foto: Reprodução/Arquivos Pessoais)

Aconteceu de repente. “Recebi o aviso de que o verbete estava sendo ‘analisado para exclusão’. Foi uma surpresa porque alegaram que as fontes não estavam bem documentadas e nem eram confiáveis”, explicou o pastor Luiz Sayão ao Guiame.

Luiz Alberto Teixeira Sayão é reconhecido internacionalmente por seu trabalho extremamente relevante. Pastor, professor e mestre, hebraísta, linguista, tradutor de várias bíblias de estudo e agora diretor da Faculdade Teológica Batista

Ele conta que nem sabe quem criou o verbete, mas que já existe há cerca de 20 anos. “Ali estavam os desdobramentos de reconhecimento acadêmico e técnico que recebemos pelo trabalho realizado”, compartilhou.

Entre os trabalhos se destacam o lançamento da Nova Versão Internacional [Bíblia NVI], projeto que Sayão coordenou e a versão Almeida Século XXI. Com o desenvolvimento de suas atividades, o verbete sempre foi ampliado e atualizado ao longo das duas décadas.

Critério “um tanto subjetivo”

Esse foi o termo encontrado por Sayão para descrever a ação dos representantes da Wikipedia. “Eles alegaram que a exclusão do verbete seria pelo seguinte motivo: ‘um pastor buscando notoriedade’. Mas eu nunca entendi que o ambiente Wikipedia oferecia essa notoriedade e, muito menos, que isso seria uma necessidade para mim”, argumentou.

O pastor que sempre foi muito respeitado, não só no meio cristão, é notório pelos excelentes trabalhos prestados em favor da comunidade no meio social, acadêmico, eclesiástico, pastoral, linguístico e vai deixar as traduções bíblicas como um legado.

Numa atitude humilde, ele simplesmente diz que lamenta muito o ocorrido. “Eu realmente não entendi. Parece que os revisores não possuem muito conhecimento ou entendimento do ambiente teológico e, muito menos, do conceito de hebraísmo ou sobre tradução bíblica”, observa.

A “irrelevância” e “falta de notoriedade”, dois argumentos do Wikipedia, parecem estar totalmente fora da realidade. É possível encontrar notícias sobre Luiz Sayão em veículos seculares de grande circulação. “Quando lançamos o Antigo Testamento Poliglota, saiu no Caderno 2 do Estadão e tivemos uma entrevista de longo tempo com a CBN”, lembrou o hebraísta.

“A internet é um livro aberto”

Destacando que nada mais é oculto na atualidade, Sayão aponta que as informações a respeito dele estão por toda parte e a publicação de seus artigos e livros tem sido bem propagada. 

“Excluir o verbete do Wikipedia é uma tentativa de descaracterizar o meu trabalho de forma pública e o mais curioso é que a própria Wikipedia divulga os artigos sobre a NVI, a versão Almeida Século XXI e o Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil”, sublinha. 

No artigo sobre a NVI, por exemplo, a Wikipédia diz que “o projeto de tradução para a língua portuguesa começou em 1990, com a reunião da comissão da Sociedade Bíblica Internacional, sob coordenação do linguista e hebraísta, Rev. Luiz Sayão”.

Já no artigo sobre a Almeida Século XXI, o texto diz que Luiz Sayão fez “parte da comissão de tradutores e revisores”. O hebraísta também é mencionado no artigo sobre o Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, no qual a Wikipédia informa que “hoje, o seminário é administrado pelo conselho diretor e tem como executivo o prof. ms. Luiz Alberto Teixeira Sayão, diretor geral, desde março de 2013”.

Apoio de amigos e seguidores

Sayão conta que logo que o verbete foi excluído, alguns amigos ficaram sabendo e questionaram sobre o posicionamento dos responsáveis pelo Wikipedia. A defesa ao pastor parece ter incomodado os revisores. 

“Eles responderam de maneira pouco cortês e, no meu modo de entender, pouco profissional. Na verdade, quando os amigos e seguidores cobraram uma resposta sobre a exclusão, eles apressaram ainda mais o processo e excluíram em pouco tempo o verbete, sem dar sequência às discussões. Pelo que entendi, a decisão deles é sem possibilidade de retorno”, explicou.

“Assim que fui removido vi que muitos se manifestaram nas redes sociais, cogitando a possibilidade de intolerância. Possivelmente, meus artigos no Wikipedia não seguem o rigor e o critério dos representantes. A dúvida que fica é: qual seria esse critério?”, questionou.

“Afinal, até onde entendo, o Wikipedia pretende melhorar seus serviços e quer ser uma enciclopédia democrática”, concluiu.

Siga-nos

Mais do Guiame