Igreja protestante na França celebra primeiro casamento de pastoras lésbicas

Maior denominação francesa, a Igreja Protestante Unida aprovou o casamento gay em 2015, apesar da decisão ter sido mal recebida por parte da congregação.

Fonte: Guiame, com informações do UOLAtualizado: terça-feira, 27 de julho de 2021 17:07
Esta é a primeira união entre pastores do mesmo sexo da maior denominação protestante da França. (Foto: Mathias Fourmand).
Esta é a primeira união entre pastores do mesmo sexo da maior denominação protestante da França. (Foto: Mathias Fourmand).

A Igreja Protestante Unida da França (EPUdF) celebrou o primeiro casamento de pastoras lésbicas, no último sábado (24), de acordo com o líder Jean-François Breyne à Agence France-Presse (AFP).

Emeline Daudé (33 anos) e Agnès Kauffmann (31 anos) casaram numa cerimônia ministrada pelo pastor Jean-François Breyne, no templo protestante de Maguelone, em Montpellier. 

Esta é a primeira união entre pastores do mesmo sexo da maior denominação protestante da França. O casamento homoafetivo foi autorizado na EPUdF no sínodo nacional de 2015, apesar da decisão ter sido mal recebida por parte da igreja. 

"Existe uma realidade [sobre a questão do casamento de pessoas do mesmo sexo na Igreja protestante] que avança, de fato, muito rápido", afirmou Breyne. 

Segundo Daniel Cassou, pastor e responsável de Comunicação da EPUdF, a autorização do casamento gay na denominação não é "nem um direito nem uma obrigação" e que "não se impõe a nenhuma paróquia e nenhum pastor". 



Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame