Fãs da Marvel pedem substituição do ator Chris Pratt por causa de sua fé cristã

Chris Pratt enfrenta uma tentativa de cancelamento por ter declarado que é cristão e frequenta a igreja.

Fonte: Guiame, com informações da CBN NewsAtualizado: terça-feira, 3 de maio de 2022 11:39
Estreando no novo filme “Thor: Love and Thunder”, Chris Pratt enfrenta críticas. (Foto: Fllickr/Gage Skidmore).
Estreando no novo filme “Thor: Love and Thunder”, Chris Pratt enfrenta críticas. (Foto: Fllickr/Gage Skidmore).

A estrela de Hollywood Chris Pratt voltou a ser alvo de ataques nas redes sociais por causa de sua fé cristã

Durante o lançamento do trailer do novo filme da Marvel “Thor: Love and Thunder”, fãs criticaram a escolha de Pratt para o papel do protagonista Peter Quill, ou Senhor das Estrelas, e pediram que fosse substituído pelo fato dele ser cristão.

Os críticos lembraram que o personagem interpretado por Chris Pratt foi retratado como bissexual em uma edição de 2020 da história em quadrinhos “Guardiões da Galáxia”.

Os pedidos de substituição do ator cristão na web começaram em 2019, depois que o ator  de “Juno” Ellen Page – que agora se identifica como um homem transgênero e se chama Elliot – repreendeu Pratt por frequentar uma igreja, a Zoe Church em Los Angeles.

Page criticou Chris por frequentar uma igreja que ensina a visão bíblica da sexualidade, que ele descreveu como “infamemente anti-LGBTQ”. 

Na época, Pratt apenas respondeu: “Vou a uma igreja que abre suas portas para absolutamente todos”. 

O ator vem enfrentando uma tentativa de cancelamento, mesmo sem nunca ter comentado suas opiniões sobre sexualidade ou política. Ele apenas declarou que é cristão e vai à igreja. 

Diretor defende Chris Pratt

Em meio a enxurrada de críticas nas mídias sociais, alguns usuários observaram que Pratt não fez ou falou nada publicamente para que fosse cancelado. 

“Espere, por quê?”, escreveu o usuário do Twitter Steven Willcox, respondendo a um tweet pedindo a substituição do ator. "Estou tão perdido. Todo mundo o amava alguns anos atrás, então vocês descobriram que ele ia à igreja e é isso?”.

O editor de mídia social da NK News, Oliver Jia, twittou na semana passada, declarando que as pessoas “têm tentado cancelar Chris Pratt há anos com base em nada”.

“Não há evidências para sugerir que ele tenha qualquer tipo de visão homofóbica ou preconceituosa. Você está tentando cancelar alguém que não existe”, escreveu Oliver.

O diretor de "Guardiões da Galáxia", James Gunn, respondeu aos pedidos de substituição, defendendo Chris. 

"Para que? Por causa de suas crenças inventadas e totalmente falsas sobre ele? Para algo que outra pessoa lhe disse sobre ele que não é verdade? Chris Pratt nunca seria substituído como Senhor das Estrelas, mas, se ele fosse, todos nós iríamos com ele”, escreveu Gunn no Twitter.



Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições