Em visita ao STF, Bolsonaro diz que pediu oração uma vez por semana na Corte

Em visita ao presidente do Supremo, Luiz Fux, Bolsonaro confirmou o nome de André Mendonça para a vaga do ministro Marco Aurélio Mello.

Fonte: Guiame, com informações do GloboAtualizado: terça-feira, 13 de julho de 2021 12:51
O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta André Mendonça durante cerimônia de posse dele no Ministério da Justiça. (Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo)
O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta André Mendonça durante cerimônia de posse dele no Ministério da Justiça. (Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo)

Após confirmar o nome do Advogado-Geral da União, André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolsonaro visitou o presidente da Corte, Luiz Fux.

Na visita, que aconteceu na tarde de segunda-feira (12), Bolsonaro disse que oficializa, em edição extra do Diário Oficial, a indicação do ministro André Mendonça para a vaga na Corte que se abriu com a aposentadoria do decano Marco Aurélio Mello.

Em conversa com jornalistas, o presidente disse que seu único pedido a Mendonça é que, pelo menos uma vez por semana, inicie a sessão como uma oração, informa O Globo.

“Ele é sim extremamente evangélico, é pastor evangélico. Já falei que só faço um pedido para ele que uma vez por semana ele comece a sessão com oração. Isso está fechado. Independentemente do meu pedido, tenho certeza que os demais dez ministros do Supremo, caso ele seja aprovado no Senado, não vão se opor a isso. Muitos, pelo contrário, vão sentir a alma bem mais leve para fazer seu julgamento”, disse Bolsonaro

O presidente disse tem conversado com senadores, mas que na contagem de Mendonça ele já tem “grandes possibilidades” de ser aprovado pelo Senado.

“Eu converso sempre com senadores, mas o André também vem fazendo a peregrinação lá no Senado Federal. Na contagem dele, mais dele do que a minha já que está mais ligado com os senadores, existe, sim, uma grande possibilidade de ele ser aceito. E o que tudo indica cada dia que passa ele ganha mais adeptos”, declarou o presidente.

Bolsonaro elogiou Mendonça, dizendo que, além de ser evangélico e pastor, ele tem um “profundo conhecimento das questões jurídicas". Bolsonaro disse que os cargos ocupados pelo ministro, que é servidor de carreira, deram a oportunidade de ele transitar bem pelo Três Poderes.

“Esse é o André Mendonça. Um homem equilibrado, religioso, respeitador, tem seus princípios e é uma pessoa que vai contribuir muito para o STF”, disse.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame