“Deus é bom”, celebra Rebeca Andrade após ganhar ouro e prata no Mundial

Rebeca Andrade conquistou duas medalhas no Mundial de Ginástica Artística no Japão.

Fonte: GuiameAtualizado: segunda-feira, 25 de outubro de 2021 12:17
Rebeca Andrade com a medalha de ouro do Mundial de Ginástica. (Foto: Reuters/Kim Kyung-Hoon)
Rebeca Andrade com a medalha de ouro do Mundial de Ginástica. (Foto: Reuters/Kim Kyung-Hoon)

Dois meses depois de conquistar ouro e prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a ginasta Rebeca Andrade voltou a fazer história no Japão. Ela conquistou no sábado (23) novamente ouro e prata no Mundial de Ginástica Artística, em Katyushu.

Esta é a primeira vez que uma brasileira garante duas medalhas em um só Mundial de Ginástica. “Deus é bom!”, celebrou a ginasta de 22 anos no Instagram no domingo (24).

A medalha de ouro foi conquistada no salto, assim como nas Olimpíadas. Já a prata foi garantida nas paralelas assimétricas, onde ficou atrás só da chinesa Wangyuan Wei.

“Voltando pra casa muito orgulhosa e grata por mais uma vez mostrar que tudo é possível! As falhas estão aí para nos mostrar que somos fortes e as conquistas pra mostrar que tudo é possível e vale a pena! Orgulho de representar o Brasil e fazer história por vocês e por mim!”, agradeceu a brasileira nas redes sociais.

Ao ganhar notoriedade nas Olimpíadas, Rebeca Andrade mostrou não apenas o seu talento, mas também declarou sua fé para o mundo. “Eu não chegaria onde cheguei se não fosse por Deus”, disse ela à Karina Bacchi no Positivamente Podcast.

Ela conta que desde nova foi ensinada sobre a Palavra de Deus por sua mãe, Dona Rosa, em uma casa humilde na periferia de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. 

“Eu deixei minha família muito cedo, mas os ensinamentos, os princípios, minha mãe me ensinou desde muito nova. Falar de Deus é uma coisa muito natural, é algo que eu sinto dentro de mim, que simplesmente sai. Eu não preciso pensar para falar de Deus, para agradecer a Deus ou minha família, porque sempre foi muito claro dentro de mim”, disse.

Sua mãe também não deixou de revelar a importância da fé da família. Em conversa com Galvão Bueno, a mãe da ginasta, Dona Rosa, revelou que a preparação de Rebeca não foi feita apenas com treinos, mas foi também “na base da oração”.

"A preparação foi espiritual mesmo. Somos evangélicos, então nos preparamos espiritualmente, com muita oração e pensamento positivo, porque o restante teria de ser com ela. É muito treino e muita concentração. Então o que ela tinha de fazer, ela estava fazendo”, afirmou Dona Rosa. 

Siga-nos

Mais do Guiame