Com 2,5 milhões de recuperados do coronavírus, Brasil se mantém na liderança desse ranking

O número de recuperados no Brasil está se aproximando cada vez mais da marca de casos acumulados, mostrando um avanço do país no combate à pandemia.

Fonte: Guiame, com informações da Universidade Johns Hopkins / Ministério da SaúdeAtualizado: quinta-feira, 13 de agosto de 2020 11:41
O número de recuperados no Brasil está avançando com mais rapidez que o número de casos acumulados de infecção. (Foto: Pixabay)
O número de recuperados no Brasil está avançando com mais rapidez que o número de casos acumulados de infecção. (Foto: Pixabay)

A Universidade Johns Hopkins atualizou seus dados sobre o mapeamento da pandemia em todo o mundo, mostrando que o número de recuperados da Covid-19 subiu para 2,5 milhões no Brasil e o país segue em primeiro nessa área.

O número de recuperados já é mais que o triplo do número de casos em acompanhamento - 751.107, segundo o site do Ministério da Saúde - e está se aproximando cada vez mais do número de casos acumulados no país, que é de 3.164.785.

A região brasileira com maior número de casos acumulados é a sudeste, com o registro de 1.097.029 e 46.752 mortes. Mais da metade desses números se concentram apenas no estado de São Paulo.

A região Nordeste é a segunda colocada nessa categoria, com 983.632 casos acumulados, estando a maior concentração em Pernambuco.

Os menores números estão na região Sul, com 300.235 casos acumulados e 6.693, estando a maior concentração de casos de infecção em Santa Catarina (112.401) e maior número de mortes no Rio Grande do Sul (2.540).

Relaxamento

Cidades como Blumenau (SC), Manaus (AM) e as da Baixada Santista (SP), estão optando pelo relaxamento das medidas contra o coronavírus.

No caso de Blumenau, o município levou em consideração que região saiu de risco gravíssimo para grave em classificação do governo do estado. Novas regras passam a valer a partir de segunda (17).

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame