Campeão de boxe credita sua vitória a Jesus: “Todo louvor seja dado ao único Deus”

Tyson Fury superou um período de dependência química e alcoolismo após entrar em depressão.

Fonte: Guiame, com informações do Christian Headlines e BBCAtualizado: quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020 12:59
Tyson Fury agradece a Deus pela vitória. (Foto: Reprodução/Getty)
Tyson Fury agradece a Deus pela vitória. (Foto: Reprodução/Getty)

O mais novo campeão de boxe dos pesos pesados Tyson Fury ​creditou sua vitória a Jesus. No Sábado (23) ele recuperou o título dos pesos pesados ​​do WBC ao derrotar Deontay Wilder.

O pugilista inglês fez um discurso expondo sua fé momentos após o embate, ao se tornar o novo campeão.

“Antes de mais, quero agradecer ao meu Senhor e Salvador Jesus Cristo”, disse Fury, ainda de pé no ringue. “Eu disse que aqueles que trazem o mal contra mim não prosperarão. Eu disse que aqueles que estão no escuro nunca podem entrar na luz. Todo louvor seja ao único e verdadeiro Deus, Jesus Cristo.”

Fury, 31 anos, está invicto com 30 vitórias, sem derrotas e uma decisão empatada. Vinte e uma de suas vitórias vieram por nocaute.

Sua biografia no Twitter diz: "Jesus ama todos nós".

A vitória de Fury no fim de semana culminou com o retorno de um ataque de depressão e uma batalha contra a dependência de álcool e cocaína. Depois de ganhar os títulos IBF, WBA e WBO em 2015, Fury disse que perdeu a vontade de viver. Ele deixou o boxe e não lutou por dois anos e meio. Outros ganharam os títulos.

"Acordava todos os dias desejando não acordar mais", disse o boxeador britânico à BBC Sport em 2018.

Fury conta que "era rico, bem-sucedido, jovem, saudável, tinha uma família, fama - tudo o que um homem poderia sonhar".

"Mas eu ainda estava deprimido", disse ele. "Para diminuir essa depressão, outras coisas aconteceram."

Fury começou a procurar aconselhamento e agora diz que está "de volta ao amor pelo boxe". Ele está 5-0-1 em grandes lutas pelo título desde seu retorno em 2018.

Os fãs de boxe agora estão de olho em uma disputa de Fury com Anthony Joshua, que detém os títulos IBF, WBA e WBO.

Fury compartilha sua superação: "Há muitas pessoas por aí sofrendo de problemas de saúde mental que pensam que todos os seus dias serão cinzentos, mas a vida pode melhorar novamente e você começará a apreciar as pequenas coisas novamente".

"Eu sou a prova viva de que alguém pode voltar do fundo do poço", disse Fury, que é casado com Paris, com quem tem cinco filhos.

Siga-nos

Mais do Guiame