Atriz de ‘Patricinhas de Beverly Hills’ superou vício através da fé: “Agradeço ao Senhor”

Criada por pais viciados em drogas, Stacey Dash revelou que foi abusada na infância, tentou suicídio e se tornou viciada na vida adulta.

Fonte: Guiame, com informações do TodayAtualizado: quarta-feira, 20 de outubro de 2021 13:38
Stacey Dash é conhecida por atuar em As Patricinhas de Beverly Hills. (Foto: Michael Tran/Getty Images)
Stacey Dash é conhecida por atuar em As Patricinhas de Beverly Hills. (Foto: Michael Tran/Getty Images)

Muitos conhecem Stacey Dash como a personagem Dionne, do filme de sucesso na década de 1990, “As Patricinhas de Beverly Hills”. O que muitos não sabem é que a atriz de 54 anos lutou contra o vício em remédios por longos anos.

Dash falou pela primeira vez em público sobre seu vício em opiáceos na quinta-feira (14), durante entrevista ao programa de TV americano “Dr. Oz Show”.

Criada em South Bronx, na cidade de Nova York, Dash revelou que seus pais eram viciados em drogas como heroína, crack e cocaína. Ela experimentou drogas pela primeira vez aos 8 anos.

A atriz revelou ainda que foi abusada sexualmente com apenas 4 anos e cresceu sob os cuidados de babás.

Por ser uma aluna de destaque na escola, ela foi aceita no Dance Theatre of Harlem, uma companhia profissional de balé em Nova York — mas não teve o apoio de sua mãe. “Em vez disso, para o meu aniversário de 16 anos, ela me deu minha primeira linha de cocaína.”

Como “uma adolescente muito revoltada”, Dash tentou suicídio aos 17 anos, mas seus planos foram evitados por uma amiga, que apareceu em sua casa e a levou ao pronto-socorro.

Depois disso, ela saiu de casa para morar com seu padrinho, que também era viciado em drogas, mas começou a perseguir seus sonhos. 

Apesar de sua história conturbada, Dash evita se rotular como uma vítima. “Quando você é uma criança, ok, você pode ser uma vítima. Mas, depois disso, as escolhas que fiz são minhas, que me tornaram sou eu. Não estou culpando ninguém”, disse.

Combatendo o vício

Dash disse que se tornou viciada em Vicodin depois que o analgésico foi prescrito para o tratamento para miomas uterinos.

O vício em opióides quase levou a atriz à morte — seus rins paralisaram e ela foi levada às pressas para um hospital para receber transfusão de sangue. 

Ela só conseguiu começar a se libertar depois de procurar sua irmã e seu advogado, que a enviaram para uma clínica de recuperação em Utah. “Mesmo na reabilitação... Não foi até os últimos 10 dias para eu finalmente reconhecer: ‘Eu sou uma viciada’”, disse Dash.

Hoje, Dash diz que está sóbria há cinco anos e destaca a importância de sua fé para a libertação. “Nunca fui mais feliz na minha vida, porque tenho Deus”, declarou.

Nas redes sociais, Dash também fez declarações de fé ao falar sobre sua participação no programa. “Agradeço ao Senhor por poder dizer que cresci mais nos últimos 5 anos do que em toda a minha vida”, disse ela no Facebook. “O Dr. Oz Show me permitiu compartilhar com as pessoas o que Deus fez por mim nos últimos 5 anos”, acrescentou no Twitter.

Siga-nos

Mais do Guiame