Atleta americana dedica seu ouro a Deus nas Olimpíadas: “Ele assumiu essa batalha”

Athing Mu ganhou medalha de ouro na corrida de 800 metros e dedicou sua vitória a Deus.

Fonte: Guiame, com informações da CBN NewsAtualizado: sexta-feira, 6 de agosto de 2021 12:19
Athing Mu durante a cerimônia da medalha dos 800 metros femininos nos Jogos Olímpicos de 2021. (Foto: AP)
Athing Mu durante a cerimônia da medalha dos 800 metros femininos nos Jogos Olímpicos de 2021. (Foto: AP)

Athing Mu conquistou os holofotes olímpicos na terça-feira (3) em Tóquio, ganhando o ouro para os Estados Unidos na corrida de 800 metros. Sua vitória marca a primeira vez que os EUA conquistaram o primeiro lugar desde os Jogos Olímpicos de 1968 na Cidade do México.

Aos 19 anos, Athing Mu conquistou não só a medalha de ouro, mas bateu também um novo recorde americano.

“Deus com certeza assumiu essa batalha! Então, obrigada Senhor!”, disse Mu no Twitter logo após sua vitória na terça.

Mu nasceu na cidade de Trenton, Nova Jersey, e seus pais são imigrantes do Sudão do Sul, na África. Ela foi a primeira de seus seis irmãos a nascer nos EUA.

A atleta americana nunca deixou de expressar Jesus como o centro de sua vida. “Como seguidora de Cristo, nosso principal objetivo é viver à imagem de Jesus para nos conectarmos com Deus e chegarmos a Deus”, disse Mu ao jornal estudantil The Battalion, em junho. 

“Eu acredito que quando Deus está pronto para te dar bênçãos, Ele dá com todas as intenções. Neste caso, colocando por cabeça, e não por cauda”, acrescentou, em referência a Deuteronômio 28:13.


Athing Mu sorri depois de ganhar a medalha de ouro na final dos 800 metros nas Olimpíadas. (Foto: Wally Skalij/Los Angeles Times)

Mu acabou de completar seu primeiro ano de faculdade na Texas A&M University, onde estabeleceu seis recordes universitários e oito recordes escolares antes de se tornar profissional em junho.

A corredora e companheiro de equipe da A&M, Jean Jenkins, testemunha que Mu é mais do que o que se vê na pista. “A Mu tem um talento dado por Deus”, disse Jenkins. “Ela é muito mais do que apenas uma corredora. Ela é uma alma muita linda e pura. Ela está sempre cheia de alegria... Ela realmente tem um coração voltado para Deus, eu acho que é isso algo muito honroso sobre ela.”

“A única coisa que posso fazer é agradecer a Deus, porque sem Ele não seria capaz de fazer nada do que fiz nesta temporada”, disse Mu ao WomensRunning.com na semana passada, antes de sua vitória olímpica. 

“Acho que Ele realmente me despertou com uma coisa, principalmente, que é a confiança. É uma coisa que ganhei este ano como atleta universitária, tendo confiança em tudo que faço porque tenho capacidade, fui feita para isso.”

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame