Após publicar fotos ao lado de ex-gay, Marisa Lobo sofre ataques na internet: "Não posso me acovardar"

Nas fotos, Marisa Lobo aparecia ao lado do casal pastor Joide Miranda (ex-homossexual) e da esposa deste, Edna Miranda. O pastor e a esposa vestiam camisetas com a inscrição "Ninguém nasce gay".

Fonte: Guiame, João NetoAtualizado: quinta-feira, 2 de abril de 2015 19:57
Marisa Lobo posa ao lado do pastor Joide Miranda, ex-homossexual que ficou conhecido por testemunhar a transformação que Jesus tem feito em sua vida.
Marisa Lobo posa ao lado do pastor Joide Miranda, ex-homossexual que ficou conhecido por testemunhar a transformação que Jesus tem feito em sua vida.

Desde o dia 23 de março, Marisa Lobo (que ficou conhecida como "a psicóloga cristã") tem sido vítima de ataques na nas mídias sociais. O motivo? A publicação de duas fotos nas quais ela aparece com o pastor e ex-homossexual Joide Miranda, junto à sua esposa, Pastora Edna Miranda, vestindo uma blusa que traz a frase "Ninguém nasce gay".

Apesar de muitas mensagens de apoio postadas nas fotos, alguns comentários que criticavam a atitude dos três chegou a ser ofensiva e fazer uso de imagens pornográficas. Segundo Marisa, as imagens mais pesadas que haviam sido postadas nos comentários já foram removidas.

"Marisa Lobo em pele de cordeiro", disse um internauta ao comentar uma das fotos.

"Ridiculos os três", comentou outro usuário da mídia social.

Em um dos comentários, uma internauta postou uma foto na qual usava uma camiseta com a inscrição "Gays: Donos do Mundo! Marisa Lobo: Tu não é nada. Sai da internet!".

Intolerância? 
Falando com exclusividade ao Guiame, Marisa comentou repercussão que o caso acabou ganhando, a psicóloga questionou as acusações de que suas atitudes se configurassem como um tipo de discurso de ódio e e também quem estaria de fato tendo atitudes de intolerância.

"Eles não aceitam a verdade. Constroem suas ideologias baseado em mentiras. Tudo bem que os Homossexuais devem ser respeitados, mas também podiam nos respeitar. Eles, os militantes ativistas pornográficos invadem nossas redes sociais sempre com pornografia e xingamentos que ofendem a moral. Não entendo que digninade é essa, basear suas conquistas em mentiras e em escárnio", disse.

Marisa ainda ressaltou que não postou a foto na posição de psicóloga, mas sim de cidadã exercendo sua liberdade de expressão para defender pessoas que sentem desamparadas.

"Ninguém vai calar minha boca. Eu nunca ofendi ninguém. Apenas defendo um povo, uma minoria que sofre duplamente e que me pede ajuda e como seres humanos. Como cristã que sou, não posso me acovardar e fingir que eles não existem. O Conselho de Psicologia nega a existência dos ex-homossexuais. Eu apenas exerço minha função de especialista em Direitos Humanos, dando lugar a todo ser humano. Liberdade!! Direitos humanos para todos", frisou.

Segundo Joide, os comentários ofensivos são fruto de "almas feridas" e também questionou as acusações de intolerância direcionados, sobretudo à psicóloga.

"Marisa foi bombardeada pelos ativistas gays com palavras de baixíssimo nível, vulgares, mas eu entendo todos eles, compreendo porque eu vejo que as almas de todos eles estão feridas e apodrecidas. Depois dizem que nós é quem somos intolerantes e odiamos os homossexuais. Nós não saímos por aí agredindo pessoas que estão homossexuais", destacou.

Apoio
Apesar dos ataques, Marisa Lobo também ganhou a aprovação de vários outros internautas que publicaram fotos com cartazes e mensagens de apoio.

 

 

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame