“Nenhum homem completa o vazio que Deus preenche”, declara ex-cafetina

Pamela Hillman passou mais de 25 anos na prostituição, drogas e passagens pela prisão.

Fonte: GuiameAtualizado: terça-feira, 19 de abril de 2022 13:37
Pamela Hillman passou mais de 25 anos na prostituição, até um encontro com Deus. (Foto: The 700 Club/Montagem Guiame)
Pamela Hillman passou mais de 25 anos na prostituição, até um encontro com Deus. (Foto: The 700 Club/Montagem Guiame)

Quando Pamela Hillman era cafetina em uma pequena cidade nos Estados Unidos, ela era conhecida como Queen Pam. “Eu não queria vender minha alma pro diabo, mas eu não sabia como sair”, ela contou ao programa 700 Club.

Pamela foi abusada pelo próprio pai aos 5 anos de idade, enquanto sua mãe trabalhava como “coelhinha” para a Playboy. Seus pais se separaram depois disso, mas os abusos continuaram por outros familiares.

Com apenas 9 anos, Pamela se deparou com um cigarro de maconha em sua casa e fumou pela primeira vez. Com o passar dos anos, na adolescência, ela passou a usar drogas mais pesadas — mas era através do sexo que ela tentava suprir sua necessidade de ser amada.

Aos 20 anos, Pamela já tinha se casado três vezes e se prostituído. Seus clientes e os homens de sua vida confirmaram o que ela já acreditava. Ela passou a vida acreditando no que ouvia dos homens: que “era uma prostituta”, “uma vergonha” e “suja”.

Continue lendo aqui: guiame.com.br/gospel/mundo-cristao

OBS: A matéria anterior foi retirada a pedido da fonte.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições