Americanos preferem ter um presidente gay do que evangélico, segundo pesquisa

Os resultados apontam a mudança cultural que tem afetado a mentalidade das pessoas nos últimos anos.

Fonte: Guiame, com informações de Huffington PostAtualizado: sexta-feira, 8 de maio de 2015 20:21
Americanos se sentem mais confortáveis com um presidente que se identifica homossexual.
Americanos se sentem mais confortáveis com um presidente que se identifica homossexual.

 

Americanos se sentem mais confortáveis com um presidente que se identifica homossexual do que com um evangélico, de acordo com a pesquisa WSJ/NBC .

O estudo listou uma série de qualidades que um potencial candidato à presidência deveria ter. Diante das características, os entrevistados responderam como se sentiam – entusiasmados, confortáveis, receosos ou muito desconfortáveis.

61% das pessoas disseram que ficariam entusiasmados ou confortáveis com um candidato gay, enquanto apenas 37% afirmaram que ficariam receosos ou desconfortáveis.

Por outro lado, 52% disseram que ficariam entusiasmados ou confortáveis com um candidato cristão para o cargo de presidente, enquanto 44% expressaram hesitação sobre a ideia.

Os resultados apontam a mudança cultural que tem afetado a mentalidade das pessoas nos últimos anos. Em 2006, a mesma pesquisa havia constatado que apenas 43% dos americanos aceitavam um presidente homossexual, enquanto 53% tinham receio sobre a ideia.

Outras qualidades avaliadas pelos entrevistados incluem não ter um diploma universitário, ser um líder na festa do chá, e não ter experiência eleitoral anterior.

A WSJ/NBC entrevistou mil pessoas por telefone, em entre 26 e 30 de abril.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame