Video satiriza novo discurso da Igreja Católica sobre homossexuais e gera polêmica

Em um vídeo recentemente publicado pela produtora "Porta dos Fundos", atores interpretaram uma cena na qual insinuam que o papa seria gay e esta seria a razão para a publicação do novo documento.

Fonte: guiame.com.brAtualizado: segunda-feira, 20 de outubro de 2014 17:31
Video satiriza novo discurso da Igreja Católica sobre homossexuais e gera polêmica
Video satiriza novo discurso da Igreja Católica sobre homossexuais e gera polêmica

Video satiriza novo discurso da Igreja Católica sobre homossexuais e gera polêmicaO recente documento publicado pelo Vaticano, no qual solicita que a Igreja Católica seja "mais acolhedora" com relação aos homossexuais gerou elogios e críticas, feitos por diversos grupos.

Em um vídeo recentemente publicado pela produtora "Porta dos Fundos", atores interpretaram uma cena na qual insinuam que o papa seria gay e esta seria a razão da publicação do novo documento.

Publicado no último sábado, 18/10, o vídeo tem gerado comentários diversos e, entre eles, muitas críticas dos internautas, em seu próprio canal oficial do Youtube.

Confira abaixo algumas das críticas feitas por internautas (cristãos ou não):

Como um humor tão preconceituoso e baixo como esse consegue status ainda?!. Só no Brasil mesmo viu (Eudes Nogueira)

Quiseram tanto ofender que esqueceram que era pra ser um vídeo de humor. #nemri (Douglas Almeida)

No dia que o PDF fizer um vídeo sem palavrão e sem apelação ou querendo fazer polêmica, usando apenas a criatividade, aí eu volto a respeitar esse canal. Não sou religioso, mas aí foi apenas uma tentativa de polemizar mesmo e sem criatividade nenhuma. (Thiago Barros)

Por que é tão difícil fazer humor sem "atacar" a igreja? (Denison Wesley)

Gosto muito dos videos da porta, mas acho q vcs ja estao passando um pouco dos limites com termos religiosos. (Rapha Nevyjel)

Sou ateu. Mas não curti pelo desrespeito a milhões de pessoas. Se alguém se ofendeu já não há comédia. (Afonso Castro)

Arquivo
Este já não é o primeiro deslize do Porta dos Fundos com relação à religião (mais especificamente, o cristianismo).

No ano de 2013, o deputado federal Marco Feliciano (PSC) e a psicóloga cristã e especialista em Direitos Humanos Marisa Lobo já haviam expressado o seu repúdio a outros vídeos publicados pela produtora, como "Ah! Meu Deus", no qual o cristianismo também é de alguma forma, satirizado.

Feliciano chegou abrir uma representação criminal contra a produtora, em janeiro deste ano (2014).

Por João Neto - www.guiame.com.br 

Siga-nos

Mais do Guiame