Viciado em drogas desde os 11 anos, homem ouve a voz de Deus e é liberto: “Ore”

Adam Gunton tentou de tudo para se libertar do vício que o escravizava, até que ele pensou em acabar com sua vida e Deus interviu.

Fonte: Guiame, com informações de God Reports Atualizado: sexta-feira, 24 de setembro de 2021 20:02
Hoje, Adam lidera o Recovered on Purpose, um ministério de libertação de drogas. (Foto: Adam Gunton).
Hoje, Adam lidera o Recovered on Purpose, um ministério de libertação de drogas. (Foto: Adam Gunton).

Adam Gunton cresceu na cidade de Littleton, Colorado, nos Estados Unidos. Durante o Ensino Médio, ele era um atleta de futebol e luta, mas o adolescente conseguiu esconder de todos o vício em drogas, que havia adquirido aos 11 anos de idade, quando lhe ofereceram maconha e cocaína.

“Ao longo do ensino médio, eu simplesmente pensei que era divertido. Eu não tinha ideia de que isso me levaria a um abrigo para sem-teto e não seria capaz de parar as piores drogas do planeta 10 anos depois”, contou Adam ao God Reports.

O jovem se formou na escola, cursou a faculdade e começou a viver sua vida adulta, mas a dependência química ainda o acompanhava. Adam tinha se tornado um viciado desesperado. 

“Antes eu estava usando drogas e álcool para me divertir. Mas, depois disso, passei a usar drogas conscientemente para mascarar minhas emoções e meus pensamentos, e lidar com a vida ao meu redor. Eu me afundei cada vez mais nas drogas e no álcool”, disse.

Em novembro de 2015, Adam tomou uma dose de heroína e saiu de casa, dirigindo seu carro. Tempo depois, policiais o encontraram em meio a uma overdose, na beira da estrada. Ele sobreviveu e foi acusado de porte de drogas. 

“Mesmo aquele momento e aquelas experiências não foram suficientes para me deixar limpo e sóbrio”, relatou o homem.

Adam seguiu a vida e apesar do uso de drogas, ele conseguiu um emprego na Direct TV, uma grande rede de televisão, e se tornou um vendedor de sucesso. O que ninguém imaginava era que até na sua mesa de trabalho, havia uma gaveta cheia de drogas.

Um dia, sozinho e desesperado em seu quarto, Adam clamou a um Deus que ele ainda não conhecia. “Essa droga eu não consigo parar de usar, mas está tirando tudo de mim”, confessou. No mesmo momento, o homem ouviu uma voz atrás dele que disse: “Ore”. 

Adam se virou para ver quem falou aquilo, mas não havia ninguém. Então, ele se atirou aos pés de sua cama e gritou: “Deus!”. “Quando eu disse, 'Deus', senti braços me abraçando”, testemunhou ele. “Mesmo nos momentos mais sombrios, mesmo no ponto mais baixo da minha vida, Ele estava lá comigo e me amou”.

Socorrido por Deus no vale da morte

Embarcando numa jornada para se libertar do vício, Adam largou o emprego e foi para o estado de Montana. Lá, ele passou a ficar em abrigos para moradores de rua e começou a frequentar um programa para viciados em uma igreja, mas não conseguia manter nem dois dias de sobriedade.

Adam até mesmo foi a uma academia de MMA, na esperança que lhe “colocassem o bom senso” nele. Mas nada o libertava do vício que o escravizada há mais de 10 anos. “Eu tinha literalmente tentado de tudo até aquele ponto”, conta.

Meses depois, dentro do carro, estacionado ao lado de fora de um estudo bíblico, Adam desistiu de sua luta contra as drogas e pensou em se suicidar. “Meu Deus, acabou! Não vou a essas reuniões. Eu não vou à igreja. Eu não estou fazendo mais nada. Por favor, me deixe morrer”, implorou ele, batendo no volante e no teto do veículo.

Mas, novamente, ele ouviu a voz de Deus: “Está na hora, vá!”. A paz do Espírito Santo o envolveu e os pensamentos suicidas se dissiparam de sua mente. Adam obedeceu e entrou para o estudo bíblico, realizado em um café em Montana.

No momento da oração em círculo, Adam caiu de joelhos e confessou sua luta: “Pessoal, me ajudem. Eu não consigo parar. Usei de novo”. Após a reunião, uma anciã cristã, chamada Carmem, sentiu de orar por ele.

“‘Em nome de Jesus, ansiedade, vá embora! Depressão, vá embora! Vício, vá embora!’ Enquanto ela estava orando, senti o peso começando a sair dos meus ombros e do meu peito”, relatou Adam.

Então, ao ver uma tatuagem de ocultismo na mão de Adam, Carmem expulsou o espírito maligno, que acabou se manifestando. A partir daquele dia, o homem nunca mais bebeu nem usou drogas, Jesus o havia libertado. E terminou o programa para dependentes químicos com a ajuda de seu discipulador.

Hoje, Adam lidera um ministério de libertação de drogas, chamado “Recovered on Purpose'', e é autor do livro “From Chains to Saved”.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame