Socorro Deus! Precisamos de chuvas!

A seca que atinge grande parte do território brasileiro reflete nossa situação espiritual.

Fonte: guiame.com.brAtualizado: sexta-feira, 17 de outubro de 2014 18:42
Socorro Deus! Precisamos de chuvas!
Socorro Deus! Precisamos de chuvas!

Socorro Deus! Precisamos de chuvas!Eleições em meio a denúncias de corrupção, mentiras, roubo, manipulação, jogo de interesses, igreja adoecida e dividida. A seca que atinge grande parte do território brasileiro reflete nossa situação espiritual. Estamos como terra seca. Precisamos da intervenção do Senhor.

Muitos de nós tem se contentado com um relacionamento raso com Deus,vivendo uma vida de absoluta mornidão espiritual, e o morno, como diz Apocalipse 3:16, Deus vomitará de sua boca. Ficamos iludidos pela sensação de prosperidade e nos esquecemos de ser ricos para com Deus vivendo uma vida piedosa e pura, sem segundas intenções. Não sabemos adorar a Jesus, não sabemos nos render diante dele simplesmente porque não nos aprofundamos em conhecê-lo. E como ele mesmo disse, "nós adoramos a quem conhecemos". Ah como precisamos dele!

Vivemos dias como os de Joel, onde a necessidade e a crise eram tão grandes, que eles não tinham sequer o que oferecer ao Senhor dentro do seu contexto de culto. Assim como naqueles dias, é tempo de nos voltarmos para o Senhor. Creio que o mesmo chamado de Deus ao arrependimento ecoa nesses dias...

Joel 2:12-17
“Agora, porém”, declara o Senhor, “voltem-se para mim de todo o coração, com jejum, lamento e pranto.” Rasguem o coração, e não as vestes. Voltem-se para o Senhor, o seu Deus, pois ele é misericordioso e compassivo, muito paciente e cheio de amor; arrepende-se, e não envia a desgraça. Talvez ele volte atrás, arrependa-se, e ao passar deixe uma bênção. Assim vocês poderão fazer ofertas de cereal e ofertas derramadas para o Senhor, o seu Deus. Toquem a trombeta em Sião, decretem jejum santo, convoquem uma assembléia sagrada.

Reúnam o povo, consagrem a assembléia; ajuntem os anciãos, reúnam as crianças, mesmo as que mamam no peito. Até os recém-casados devem deixar os seus aposentos. Que os sacerdotes, que ministram perante o Senhor, chorem entre o pórtico do templo e o altar, orando: “Poupa o teu povo, Senhor. Não faças da tua herança objeto de zombaria e de chacota entre as nações. Por que se haveria de dizer entre os povos: ‘Onde está o Deus deles?’ "

Que o Espírito Santo nos leve a um propósito de jejum, oração e arrependimento pela nação e igreja brasileira.

Por Nivea Soares - cantora, compositora e ministra de louvor

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame