Político inunda aldeia cristã no Paquistão

Político inunda aldeia cristã no Paquistão

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:14

Uma aldeia cristã em Punjab, no Paquistão, foi inundada por um político da região que queria salvar suas terras das enchentes. Esse ato causou a morte de, pelo menos, 15 pessoas, segundo informações da agência Fides de notícias. Jamshed Dasti é o nome do homem que provocou a tragédia. Ele é um político da região de Muzaffargarh, onde possui terras. Sem avisar os habitantes da aldeia de Khokharabad – e com medo de ter suas terras inundadas pelas enchentes que assolam o país - ele construiu represas e barreiras que desviaram as águas em direção a este povoado habitado por cristãos. Segundo dados da ONU, além dos 15 mortos, outras centenas de pessoas ficaram sem casa e sem terras para cultivar. A Fides noticiou que 377 cristãos perderam seus lares. Dasti negou a responsabilidade pelo ato, afirmando que a decisão de levantar as barreiras teria sido do Departamento de Agricultura do distrito. Os funcionários do departamento, no entanto, dizem que agiram em obediência a ordens superiores.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame