Pe. Marcelo Rossi: "Dizia que depressão era frescura, mas serviu para calar a minha boca"

Em entrevista, o padre falou sobre como enfrentou o período de depressão, o novo olhar que desenvolveu sobre a patologia e o arrependimento de ter tentado uma dieta sem orientação.

Fonte: guiame.com.brAtualizado: segunda-feira, 20 de outubro de 2014 13:14
Pe. Marcelo Rossi: "Dizia que depressão era frescura, mas serviu para calar a minha boca"
Pe. Marcelo Rossi: "Dizia que depressão era frescura, mas serviu para calar a minha boca"

Após superar um período de depressão, Padre Marcelo Rossi surpreendeu o público ao aparecer 20 kg mais magro em uma matéria do Fantástico (rede Globo).

Em entrevista ao site Terra, o padre falou sobre como enfrentou o período de depressão, o novo olhar que desenvolveu sobre a patologia e o arrependimento de ter tentado uma dieta sem orientação.

Quando questionado sobre como superou a depressão, Marcelo Rossi afirmou que não contou com a ajuda de anti-depressivos e que agora tem uma nova opinião sobre o assunto.

"Eu não fiz uso nenhuma vez de antidepressivo. Eu consegui, é possível. Eu acho isso legal. Eu dizia para as pessoas que depressão era frescura, mas serviu para calar a minha boca. Ela não escolhe idade nem classe social. Eu tive que passar por isso para ajudar outras pessoas", explicou.

Apesar da aparência "mais magra", Padre Marcelo afirmou que tem se sentido bem e que tem feito exercícios diariamente.

"Foram seis meses. Eu terminei saindo mesmo dessa depressão com uma matéria no Fantástico, quando eu estava pesando quase 60 kg. Para um ex-atleta como eu, é complicado. Eu voltei para o meu peso de 80 kg e pouco. Mas eu não estou com fobia de peso. Eu estou me alimentando bem, eu faço 12 km por dia diariamente, pelo menos, na esteira. Não dá pra correr na rua, porque não deixam", disse.

Ao comentar sobre a dieta "maluca" que decidiu seguir (somente alface e hambúrguer), Marcelo Rossi confessou que foi um erro e deveria procurar ajuda especializada. Segundo ele, fazer a dieta sozinho contribuiu para que ele entrasse em uma fase depressivo.

"O meu problema foi que eu quis fazer minha dieta à parte. A gente pensa que sabe, porque eu trabalhei com isso. Mas tudo que é rápido, tem suas consequências. Mas foi bom, porque se eu não passasse por isso, eu não iria reconhecer o que é depressão. Eu não vejo nada negativo. Não tenho nada contra, mas eu saí sem remédio. Se eu tivesse buscado um profissional do jeito que eu tava, ele teria me dando antidepressivo. E aí estaria tomando até agora", destacou.

Com informações do Terra

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame