Pastor é declarado morto durante cirurgia e tem visão do céu: “Vi o sobrenatural”

O pastor Andrew Hicks foi morto durante uma operação na vesícula biliar, mas voltou à vida após um encontro sobrenatural com Deus.

Fonte: Guiame, com informações do South Burnett TimesAtualizado: quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019 20:41
O pastor Andrew Hicks acredita que voltou à vida por um milagre. (Foto: Matt Collins)
O pastor Andrew Hicks acredita que voltou à vida por um milagre. (Foto: Matt Collins)

O pastor Andrew Hicks foi declarado morto durante uma cirurgia, mas teve uma visão do céu e voltou à vida. Hoje ele usa sua experiência sobrenatural para fortalecer a fé dos cristãos e apresentar o poder de Deus aos céticos.

Filho de pastores, Hicks cresceu em um lar religioso, mas conta que não conhecia a Deus em seu íntimo. “Quando entrei no hospital, minha vida estava uma completa bagunça”, disse ele ao jornal australiano South Burnett Times, explicando que era viciado em drogas e álcool.

A vida de Hicks mudou depois de ser internado para uma cirurgia simples da vesícula biliar no Hospital Robina. “Eu morri na mesa de operações”, disse ele. “Eles me deram o anestésico errado e eu morri”.

Hicks conta que ficou morto na mesa de cirurgia por uma hora e, nesse tempo, teve uma experiência com Deus. “Eu fui levado até a sala do trono no céu. Vi coisas incríveis, coisas sobrenaturais”, lembra.

“Eu estava ajoelhado diante do trono de Jesus Cristo. Eu vi buracos em suas mãos e pés, onde estiveram os pregos da cruz. A luz era tão brilhante que eu não conseguia enxergar da cabeça para cima”, relata.

O pastor disse que os médicos não souberam explicar sua sobrevivência e reconheceram que houve um milagre. “Foi só por Deus que eu sobrevivi. A equipe do hospital disse: ‘Uau, não podemos acreditar que você está vivo’. Até a papelada e as evidências diziam que tudo estava acabado”.

Depois de seu encontro celestial, Hicks não voltou a usar drogas e álcool. Hoje ele é pastor da igreja Ignite Revival Center, na Tasmânia, uma ilha e um estado da Austrália.

Hicks não se surpreende quando os céticos não acreditam em sua história. “Eu entendo isso, mas temos todas as provas e evidências para dar suporte a tudo o que aconteceu”, esclarece. “Foi um milagre eu ter sobrevivido. As pessoas podem ser céticas, e tudo que eu diria é: venha e ouça, venha e veja”.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições