"Não se deixe intimidar pela cultura do cancelamento", diz filha de Billy Graham

A evangelista reforçou que os cristãos precisam ser muito cautelosos para que a cultura não os intimide ou os silencie.

Fonte: Guiame, com informações de Christian TodayAtualizado: quarta-feira, 15 de setembro de 2021 17:57
Anne Graham Lotz, filha do evangelista Billy Graham. (Foto: Reprodução)
Anne Graham Lotz, filha do evangelista Billy Graham. (Foto: Reprodução)

A evangelista Anne Graham Lotz, filha do saudoso Billy Graham, falou sobre o ativismo social e político, durante  uma conferência realizada por cristãos judeus, em Nova York, na ocasião do vigésimo aniversário dos ataques terroristas de 11 de setembro. 

Na noite da sexta-feira (10), na Igreja Batista Trinity, onde aconteceu o evento organizado pelos Ministérios do Povo Escolhido e a Aliança para a Paz de Jerusalém, Anne fez algumas observações relacionadas às palavras de Paulo aos romanos.

Segundo a evangelista: “Deus ordena a todos os cristãos que sigam o compromisso de Paulo com a mensagem do Evangelho, que é o poder de Deus para a salvação de todos os que crêem, primeiro para os judeus, depois para os gentios”, citou.

“Nossa mensagem é o Evangelho de Jesus Cristo. Não é política, não é prosperidade, não é equidade e igualdade”, continuou.

“Porque você pode alimentar os famintos, vestir os nus, abrigar os sem-teto, eliminar o aborto sob demanda, reverter o aquecimento global. Você pode eliminar as armas nucleares, redistribuir a riqueza para que os ricos não sejam tão ricos e os pobres não sejam tão pobres, e mesmo assim [fazendo tudo isso], todos podem ir  para o inferno”, alertou.

“Precisamos ser cautelosos”

Anne explica que a mensagem do Evangelho é resumida em João 3.16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. 

Ela acrescentou que “nessa cultura de cancelamento, em toda essa coisa de acordar, acho que precisamos ser muito cautelosos para não permitir que a cultura nos intimide e nos silencie”, sentenciou.

A irmã de Franklin Graham, presidente da Associação Evangelística Billy Graham (BGEA), recentemente entrou com uma ação legal contra algumas autoridades locais no Reino Unido, por terem “cancelado eventos evangelísticos”, no ano de 2020.

Os eventos foram cancelados por causa da “visão contracultural” sobre moralidade sexual. A BGEA, recentemente, recebeu um pagamento do conselho da Blackpool  por um evento cancelado.

Sobre a paz em Israel

Anne também disse, durante a conferência, que os políticos e ativistas seculares da paz não são capazes de produzir uma paz duradoura em Jerusalém, Israel e todo o Oriente Médio.

“Para ser honesta, não acredito que haverá uma paz permanente em Jerusalém até que o Príncipe da Paz volte e a estabeleça. Quando Jesus reinar e governar naquela cidade, então a justiça, a paz e a retidão serão estabelecidas”, observou.

Ela acredita que “num futuro próximo” o Estado de Israel se tornará “uma nação messiânica”. Ela citou a declaração de Paulo em Romanos 11.26 onde diz que “todo o Israel será salvo”.

“Não sei se isso significa que todas as pessoas em Israel serão salvas — eu duvido — mas um número suficiente de pessoas virá à fé em Yeshua [nome hebraico para Jesus] como seu Messias para que seja uma nação messiânica”, ela disse.

“Por décadas, grupos terroristas têm como alvo Israel. Seu objetivo é criar medo, enfraquecer a determinação da nação e, em última instância, acabar com a própria existência deste país”, acrescentou.

A conferência apresentou citações da mensagem de Billy Graham, na Catedral Nacional de Washington, em 14 de setembro de 2001, quando ele disse: “A lição deste evento não é apenas sobre o mistério da iniquidade e do mal, mas em segundo lugar, é uma lição sobre a nossa necessidade uns dos outros”.

“Este acontecimento nos lembra a brevidade e a incerteza da vida. Nunca sabemos quando também seremos chamados para a eternidade. É por isso que cada um de nós deve enfrentar sua própria necessidade espiritual e comprometer-se com Deus e Sua vontade”, finalizou.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame