Microsoft se defende de alegações de homofobia na rede Xbox Live

Microsoft se defende de alegações de homofobia na rede Xbox Live

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:31

Microsoft tem enfrentado problemas em sua rede Xbox Live para os usuários de Xbox 360. Nas últimas semanas, alguns usuários foram banidos por declararem suas opções sexuais no perfil - mesmo que um campo específico para isso não esteja disponível.

Palavras como "gay" e "lesbian" causam o cancelamento de perfis - o que está gerando enorme controvérsia e revolta de indivíduos e grupos de defesa dos direitos de homossexuais.

A empresa veio a público explicar sua política. Stephen Toulouse, que administra o Live, admitiu que o serviço é falho nesse sentido, mas se defende dizendo que depois de algumas pesquisas serem realizadas dentro do Live, chegou-se a conclusão que entre 95% e 98% das vezes em que palavras como essas são empregadas em perfis são apenas para insultar outras pessoas.

"Não é uma política elegante, mas é objetiva. Estamos tentando encontrar uma maneira de permitir que as pessoas se expressem livremente na comunidade e ao mesmo tempo impedir os abusos. Mas ainda não temos uma solução para anunciar", disse Toulouse, que garante que a Microsoft já pensava no assunto antes mesmo das polêmicas começarem. "Eu mesmo tenho sido acusado e xingado - as pessoas me tomam por um homofóbico, mas quando explico o problema todos são unânimes em afirmar que o que temos nas mãos não é um problema fácil de resolver."

Realmente, não é. Mas a discussão faz a Microsoft acelerar seus esforços para resolver o problema.

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame