Juiz permite que aparelhos continuem mantendo a vida de menino: “Continuamos em oração”

Uma nova audiência está marcada para o dia 11 de julho. Enquanto isso, o menino permanece internado e ainda não recuperou a consciência.

Fonte: Guiame, com informações de Christian PostAtualizado: quarta-feira, 6 de julho de 2022 13:43
Archie Battersbee continua com suporte de vida. (Foto: Reprodução/Christian Concern)
Archie Battersbee continua com suporte de vida. (Foto: Reprodução/Christian Concern)

Os pais de Archie Battersbee ficaram aliviados ao receber a notícia de que um juiz do Tribunal de Apelações do Reino Unido revogou a decisão de retirar seu filho de 12 anos do suporte de vida.

As máquinas que estão mantendo o garoto vivo poderiam ser desligadas a qualquer momento. Mas, uma bancada de três juízes decidiu que o caso deveria ser ouvido novamente.

O julgamento da Suprema Corte determinou erroneamente que o menino estava morto, conforme o Christian Legal Centre — organização que oferece apoio jurídico de forma gratuita aos cristãos do Reino Unido.

A família, que tem sido apoiada pela organização, disse que está tentando dar ao menino todas as chances de vida, conforme divulgou o Guiame.


Holly Dance, mãe de Archie Battersbee. (Foto: Captura de tela/YouTube Christian Concern)

Relembre o caso

O menino de 12 anos participou do “desafio do apagão”, uma brincadeira de mau gosto que estimula a asfixia para chegar ao desmaio. A tal brincadeira estava sendo propagada de forma online. 

Ele foi encontrado inconsciente pelos pais, no dia 7 de abril, com um cordão no pescoço. 

Enquanto os médicos discutiam a possibilidade de morte cerebral, a juíza Arbuthnot ordenou aos profissionais que parassem de ventilar mecanicamente Archie, parassem com a administração de medicamentos e não fizessem mais nenhum tipo de ressuscitação cardio ou pulmonar. 

Porém, o menino havia sido declarado como “provavelmente morto”, ou seja, não havia ainda uma conclusão por parte dos médicos. 

Os pais alegam que o filho ainda está vivo e que seu cérebro está funcionando. Além disso, um neurologista pediátrico disse que já testemunhou casos de pessoas diagnosticadas com “morte cerebral” e que posteriormente se recuperaram.

Mediante essas alegações, uma petição online foi feita [com 89.768 assinantes] ao diretor executivo do hospital, pedindo para que as máquinas não fossem desligadas. 

Situação atual

Até o momento, o menino permanece em suporte de vida no Royal London Hospital e não recuperou a consciência.

Andrea Williams, executiva-chefe do Christian Legal Centre, disse que a decisão mostra a importância de nunca desistir

“Onde há vida, há esperança. Continuamos em oração para que Archie possa se recuperar”, ela disse. 

Os pais estão bastante esperançosos e animados com a recente decisão do Supremo Tribunal, que programou uma nova audiência para o dia 11 de julho, considerando que o menino ainda está vivo. 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições