Jogador americano fala de Jesus ao vivo na CNN e tem transmissão cortada

Enquanto Benjamin Watson falava sobre o caso de Michael Brown ao vivo na CNN, a transmissão da entrevista foi encerrada quando o jogador falou sobre Jesus Cristo.

Fonte: Guiame, com informações de The Christian PostAtualizado: sábado, 3 de janeiro de 2015 11:01


Benjamin Watson, jogador de futebol americano pelo New Orleans Saints, foi convidado pela CNN para opinar sobre o atual conflito racial que acontece nos Estados Unidos. O jogador aproveitou a oportunidade para pregar o Evangelho, e a transmissão da entrevista foi cortada.

As atenções se voltaram à Watson depois que o jogador publicou no facebook sua opinião sobre o caso da morte do adolescente negro Michael Brown, morto a tiros pelo policial branco Darren Wilson. O post do jogador gerou mais de 750 mil curtidas, em um momento de protestos nacionais sobre desigualdade racial nos Estados Unidos.

Convidado pela CNN para uma entrevista, Watson fez questão de compartilhar sua fé cristã enquanto falava sobre o assunto. "A única maneira de realmente curar o que está no interior das pessoas é entendendo que Jesus Cristo morreu por nossos pecados", Watson disse à Baldwin, jornalista da CNN.

Baldwin estava preparada para interromper Watson, no entanto a transmissão foi interrompida. "Olhem, perdemos ele", disse Baldwin aos telespectadores.

Mesmo com as críticas do público nas mídias sociais, indicando que a CNN cortou a fala do jogador propositadamente, Watson fez seu agradecimento no Twitter: "Foi ótimo ter falado com @BrookeBCNN nesta tarde".

Baldwin também agradeceu Watson por sua entrevista no Twitter e explicou o que tinha acontecido no ar. "Olhem -- a nossa janela de satélite com o jogador do New Orleans fechou. Mas... UAU! @BenjaminSWatson: Eu não consigo te AGRADECER o suficiente por isso", twittou a repórter.

 

Veja a cena do corte da entrevista de Benjamin Watson:

Siga-nos

Mais do Guiame