‘Jesus me deu uma segunda chance’, diz atleta após enfrentar miocardite e parada cardíaca

Will Gerard era um adolescente saudável até que, subitamente, teve miocardite e um ataque cardíaco.

Fonte: Guiame, com informações do God ReportsAtualizado: quarta-feira, 25 de agosto de 2021 12:10
Will Gerard jogando como arremessador no time de beisebol. (Foto: Reprodução / God Reports)
Will Gerard jogando como arremessador no time de beisebol. (Foto: Reprodução / God Reports)

Sem nenhum aviso, Will Gerard, com 16 anos, sofreu um ataque cardíaco quando estava no estacionamento da escola após um jogo de futebol. “Tive uma parada cardíaca súbita devido a miocardite e fiquei sem pulso por três a cinco minutos”, disse ao God Reports.

“Um vírus entrou na minha corrente sanguínea e paralisou meu coração. Durante aquele período em que não tinha pulso e nem sangue correndo pelo corpo, sofri uma lesão cerebral anóxica. O lobo frontal do meu cérebro foi parcialmente destruído”, detalhou.

Os paramédicos usaram um desfibrilador sete vezes para restaurar seu batimento cardíaco.

“Nas semanas seguintes, dormi de 16 a 18 horas por dia enquanto meu corpo se recuperava, só acordando para fazer fisioterapia, terapia cerebral ou comer. Eu não conseguia subir ou descer as escadas sem a ajuda de alguém, não conseguia me lembrar onde tinha ido no dia anterior e fiquei tão fraco que não conseguia nem abrir a tampa de uma garrafa de água”, relata.

Nos seis meses seguintes, Will teve sérios problemas com perda de memória de curto prazo e capacidade de processamento.

“Quando chegava em casa, ia para o meu quarto depois de tomar o café da manhã e voltava para tomar café novamente. Esqueci que comi”, diz.

De volta ao esporte

Os médicos disseram que ele não praticaria esportes pelo resto da vida. “No final das contas, passei por horas de cirurgia e perdi 18 quilos nesse processo, mas voltei para a escola em um mês e voltei para o campo de beisebol na primavera seguinte.”

Embora ele não pudesse praticar nenhum esporte de contato extenuante, os médicos o liberaram para ser um arremessador.

Ele se formou no ensino médio com honras e foi para a Syracuse University, onde fez parte do time de beisebol e jogou pelos próximos dois anos.

Ele se formou na faculdade e meses depois assinou um contrato para jogar em uma liga profissional independente.

Igreja

Morando em Los Angeles, ele treinava durante a manhã e no período seguinte trabalhava. Na empresa, ele conheceu o cristão John Fredricks.

“Eu e John conversássemos muito e nos tornamos bons amigos rapidamente”, lembra.

Fredricks convidou Will para visitar sua igreja. Mesmo criado em um lar nominalmente cristão, Will não se lembra de muita orientação ou direção espiritual durante sua juventude.

“Embora eu tenha sido criado vagamente na igreja, no colégio os esportes eram aos domingos e isso se tornou a prioridade”, lembrou ele.

“Foi a primeira vez que me lembro de ouvir o Evangelho”, disse ele ao God Reports. “Eu estava tremendamente condenado”, entendeu.

Vida para Jesus

A Palavra e o Espírito dominaram Will, que sentiu um desejo sincero de seguir a Jesus como seu Senhor e Salvador.

A igreja Del Rey tornou-se um lugar especial para ele. “Fui salvo lá, batizado lá e me casei lá”, diz ele.

Will Gerard e sua esposa. (Foto: Reprodução / God Reports)

Em janeiro de 2020 ele se casou com Kara. Ela a conheceu após ler um artigo de testemunho dela e passou a segui-la nas redes sociais. “Quando cliquei no perfil dela, percebi que ela estava honrando a Deus”.

“Começamos a trocar mensagens em tempo real, nos encontramos pessoalmente três semanas depois e cinco meses mais tarde eu propus casamento”, lembra.

“Hoje, olho para trás e vejo o que todos disseram que aconteceria, e vejo o que realmente aconteceu, e reconheço os milagres que o Senhor realizou”, diz.

Will reconhece que “nada disso foi obra minha. Aprendi que tudo o que eu tinha me foi dado e pertencia ao Senhor. Então, quando eu tive uma segunda chance na vida, isso também pertencia a Ele”.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame