Igreja evangélica é vandalizada com pichação pró-aborto, na Espanha

A pichação feita em uma das paredes do templo dizia: "tire os rosários dos nossos ovários". Apesar do ataque, o pastor da igreja disse que se sente ainda mais motivado a evangelizar no bairro.

Fonte: Guiame, com informações do Evangelical FocusAtualizado: sexta-feira, 10 de março de 2017 20:04
"Tirem os rosários dos nossos ovários", diz a pichação
"Tirem os rosários dos nossos ovários", diz a pichação
Uma igreja evangélica de Barcelona (Espanha) foi atacada e vandalizada com pichações pró-aborto na última quarta-feira (8).

A pichação, feita em uma das paredes do templo da Igreja Evangélica Aliança dizia: "tire os rosários dos nossos ovários" (em catalão), juntamente com o símbolo feminino. A tinta do graffiti cobriu até mesmo o cartaz da igreja onde são expostas informações sobre os horários das programações principais da congregação.

A Igreja Evangélica Aliança tem atuado nesse bairro de Barcelona por cerca de 30 anos, e está há 15 nesse edifício que foi vandalizado.

O pastor da igreja, Jorge Álvarez, disse ao jornal espanhol 'Protestante Digital' que esta foi a primeira vez que eles passaram por esse tipo de incidente.

"Nós nunca tivemos um problema como este, então isso realmente nos impactou", explicou o pastor, que admite que a situação surpreendeu também aos membros da congregação.

Vandalismo na vizinhança
Mais atos de vandalismo foram registrados na vizinhança, também relacionadas ao dia da mulher, porém o pastor destacou que a mensagem pichada em sua igreja foi a mais ofensiva.

"[As outras pichações] não tinham uma mensagem ofensiva como a [exposta] na nossa igreja", disse o pastor Jorge Alvarez.

A igreja denunciou o ataque na Câmara Municipal: "no começo eles disseram que iriam limpá-la, mas quando viram que a pichação está dentro do prédio, eles nos disseram que é nossa responsabilidade", ressaltou Álvarez. A polícia da região também foi informada.

Perseverança
O pastor também comentou sobre como a congregação reagiu ao ataque.

"Alguns realmente se sentiram atacados, mas também estamos vendo que esta é uma oportunidade de interagirmos mais com o bairro, porque muitas pessoas acabaram nos procurando para ver a pichação", explicou o pastor.

A situação "nos motivou a continuar com nossa missão", afirmou Alvarez.

Na última quinta-feira, a congregação se reuniu para um culto de oração.

"Deus está no controle, e vemos na Bíblia que, após cada ataque, há uma oportunidade de compartilhar o Evangelho", concluiu o pastor.
Siga-nos

Mais do Guiame