Igreja de Singapura passa a transmitir cultos online após casos de cristãos com coronavírus

A City Harvest Church fará transmissões das pregações em seu site e aplicativo, como medida preventiva.

fonte: Guiame, com informações do Premier

Atualizado: Segunda-feira, 17 Fevereiro de 2020 as 1:08

Cultos na City Harvest Church, em Singapura. (Foto: Reprodução/City Harvest Church)
Cultos na City Harvest Church, em Singapura. (Foto: Reprodução/City Harvest Church)

Uma mega igreja em Singapura está promovendo os cultos de domingo on-line, após um aumento nos casos locais de coronavírus.

A City Harvest Church (CHC), que tem uma congregação de 16.000 habitantes, adiou o culto presencial em seu prédio e passará a transmitir seus sermões on-line ao vivo, numa tentativa de proteger os fiéis da infecção.

Os cultos de fim de semana da City Harvest Church serão transmitidos em seu site e aplicativo. Segundo a liderança da igreja, a medida temporária será para proteger sua congregação.

Um anúncio sobre as mudanças no serviço foi publicado na página do CHC no Facebook:

"Embora honremos a reunião dos santos, sua segurança também é nossa maior preocupação. Como tal, implementaremos arranjos alternativos para nossos Cultos de Fim de Semana até o final de fevereiro, enquanto continuamos a monitorar a situação com o COVID-19.

Pode haver interrupções em nossa programação regular, mas vamos lembrar que Deus ainda está no controle. Agora não é nossa hora de desanimar, mas de manter nossa conexão com Deus e com o outro mais viva do que nunca”.

Isso ocorre depois que o país viu um aumento nos casos confirmados lá. As autoridades de saúde de Singapura já confirmaram nove casos adicionais da cepa Covid-19, elevando o total da cidade para 67 casos.

Pelo menos seis dos casos confirmados recentemente estão ligados à igreja da Assembleia de Deus da Graça, que fica próxima à CHC, e atualmente é o maior grupo comunitário de casos em Singapura.

Mudanças preventivas

Pete Phillips, chefe de Teologia Digital do Premier, acolhe a ideia e diz que é uma medida que ajuda as igrejas em toda a Ásia desde o início do surto.

"Várias igrejas na China começaram a mudança para transmitir seus cultos há algumas semanas; depois das igrejas em Hong Kong, agora as de Singapura estão realizando seus serviços online por causa dos problemas de saúde”, informa.

"As pessoas ainda querem ir à igreja nesses lugares e, se não puderem se encontrar em público, a igreja precisa continuar de alguma forma e a igreja digital é uma boa maneira de fazer isso", explica Phillips.

Phillip enfatizou que quando as Escrituras instruem os cristãos a se reunirem não significa que tem que ser algo físico.

No Reino Unido, a Igreja da Inglaterra lançou diretrizes de cultos presenciais nas igrejas para ajudar a evitar a propagação da contaminação nas reuniões.

veja também