Heróis da Fé: D. L. Moody, o evangelista do avivamento

O proeminente evangelista americano que estabeleceu o padrão para evangelismo posterior em grandes cidades.

Fonte: Guiame, com informações do Britannica e MoodyAtualizado: quinta-feira, 15 de julho de 2021 18:15
D. L. Moody era apaixonado pela educação cristã. (Foto: Reprodução / Moody)
D. L. Moody era apaixonado pela educação cristã. (Foto: Reprodução / Moody)

Dwight Lyman Moody (D. L. Moody) nasceu em 5 de fevereiro de 1837, em East Northfield, Massachusetts (EUA) como o sexto filho de Edwin e Betsy Holton Moody. A educação formal de Dwight terminou após a quinta série e ele rapidamente se cansou da vida na fazenda da família. Assim, aos 17 anos saiu de casa para trabalhar em Boston e lá foi convertido do unitarismo ao evangelicalismo.

Ele pediu a seu tio, Samuel Holton, um emprego. Relutantemente, o tio Samuel contratou Moody para trabalhar em sua própria loja de calçados.

Em 21 de abril de 1855, Kimball visitou a Loja de Sapatos Holton, encontrou Moody em um depósito e ali falou com ele sobre o amor de Cristo. Pouco tempo depois, Moody aceitou o amor de Deus e dedicou sua vida a servi-lo.

No ano seguinte, Moody foi para Chicago com o sonho de fazer fortuna no ramo de calçados. À medida que alcançava o sucesso na venda de sapatos, Moody começou a se interessar em abrir uma classe de Escola Dominical para as crianças de Chicago e a Associação Cristã de Jovens local.

Assim, em 1860 Moody desistiu do negócio para trabalhar como missionário. Ele trabalhou com a Associação Cristã de Jovens (YMCA, sigla em inglês) de 1861–1873. Embora eles não pudessem pagá-lo, o YMCA recomendou que ele ficasse "empregado" como missionário da cidade. Nesse período, chegou a ser presidente da YMCA de Chicago

Igreja Moody

A Escola Dominical Missionária de Moody's florescia e era diferente. O desejo de Moody era alcançar os jovens perdidos da cidade: as crianças com pouca ou nenhuma educação, situações familiares abaixo da ideal e condições econômicas precárias.

Escola Dominical Missionária. (Foto: Reprodução / Moody)

Logo a Escola Dominical cresceu mais que o salão convertido usado como sala de reuniões. À medida que as aulas cresciam, os associados incentivaram Moody a começar sua própria igreja.

Em 28 de fevereiro de 1864, nasceu a Illinois Street Church (agora The Moody Church), inaugurada em seu próprio prédio tendo Moody como pastor.

Ministério para mulheres

Enquanto ministrava em Chicago, Moody e sua esposa conheceram uma mulher chamada Emma Dryer, uma professora e administradora de sucesso. Moody ficou impressionado com seu zelo pelo ministério e sua formação educacional. Ele sabia que as mulheres tinham uma habilidade única de evangelizar mães e filhos de uma forma que os homens nunca poderiam, e via Dryer como a pessoa certa para ajudá-lo a encorajar esse grupo.

Ministério para treinar mulheres para evangelismo e trabalho missionário. (Foto: Reprodução / Moody)

Moody pediu a Dryer para supervisionar um ministério especificamente para treinar mulheres para evangelismo e trabalho missionário. Sob a liderança de Dryer, o programa de treinamento cresceu rapidamente, assim como seu desejo de que este ministério alcançasse tanto homens quanto mulheres. Ela continuou a orar para que o Senhor colocasse a ideia de tal escola no coração de Moody.

Avivamentos em massa

Em 1870, Moody conheceu Ira D. Sankey, um escritor de hinos, e com ele tornou-se conhecido por contribuir para o crescimento do “hino evangélico”.

Ele e Sankey viajaram por todo o Reino Unido e Irlanda realizando reuniões, ajudando a alimentar o avivamento que estava lentamente varrendo a região. A visita de Moody deixou uma impressão duradoura e inspirou leigos em toda a região a iniciar ministérios infantis e escolas de treinamento ministerial para mulheres.

Moody evitou doutrinas sectárias divisivas, deplorou a "alta crítica" da Bíblia, do movimento do Evangelho Social e da teoria da evolução. Em vez disso, ele pregou intensamente “o evangelho antiquado”, enfatizando uma interpretação literal da Bíblia e olhando para a Segunda Vinda pré-milenar.

Moody foi revolucionário em sua abordagem evangelística. (Foto: Reprodução / Moody)

Ele foi revolucionário em sua abordagem evangelística. Apesar dos conselhos conflitantes de amigos e contatos de confiança, ele e Sankey viajaram para a Irlanda durante uma época em que católicos e protestantes estavam constantemente em conflito uns com os outros.

Moody era diferente: ele não se importava com a denominação que uma pessoa alegava, mas apenas queria que a mensagem de Cristo fosse ouvida. Como resultado, o avivamento varreu a Irlanda, e ele ganhou elogios de católicos e protestantes.

Os avivamentos em massa de Moody foram financiados por proeminentes empresários que acreditavam que ele aliviaria as dificuldades dos pobres. O próprio Moody apoiava ardentemente várias instituições de caridade, mas achava que os problemas sociais só poderiam ser resolvidos pela regeneração divina dos indivíduos.

Após dois anos no exterior, a família Moody finalmente voltou para os Estados Unidos. Eles se estabeleceram em Northfield, onde Moody nasceu e foi criado, e ele começou a planejar sua próxima rodada de campanhas evangelísticas na cidade. De outubro de 1875 a maio de 1876, Moody e três outros evangelistas percorreram as principais cidades do Meio-Oeste e da costa do Atlântico, pregando a mensagem de salvação.

Moody embarcaria em mais uma campanha na cidade antes que o desejo de treinar jovens trabalhadores cristãos o dominasse novamente. Além de conduzir avivamentos, ele dirigiu conferências bíblicas anuais em Northfield, Massachusetts, onde fundou um seminário para meninas em 1879.

Incêndio em Chicago

No domingo, 8 de outubro de 1871, quando Moody chegava ao fim de seu sermão da noite, o sino de incêndio da cidade começou a tocar. No início, ninguém pensou muito sobre isso, já que os sinos da cidade costumavam tocar. No entanto, esta noite foi diferente - foi o início do Grande Incêndio de Chicago.

A primeira preocupação de Moody era com sua família, localizando-os e garantindo que estivessem em um lugar seguro. Depois de garantir a segurança de sua família, Moody e sua esposa ficaram no lado norte da cidade para ajudar outros residentes. O fogo finalmente extinguiu-se na tarde de terça-feira, depois de consumir muito do que Moody havia construído.

Este foi um período comovente na vida de Moody e o incêndio o forçou a reavaliar seu ministério. Foi durante esse período de avaliação que ele percebeu que precisava atender ao chamado do Senhor em sua vida. Por anos, ele seguiu em frente e pediu a Deus que apoiasse seus planos. Ele sabia daquele ponto em diante, seu chamado era pregar a Palavra de Deus ao mundo.

Em 1889, ele fundou o Instituto Bíblico de Chicago (agora Moody Bible Institute).

Visionário

Moody continuou a evangelizar por toda a América, muitas vezes pregando nas principais cidades e em várias universidades. Seu coração era pelas escolas e ele passava grande parte do tempo em Northfield.

Ele foi um visionário que sempre pareceu um passo à frente do status quo. Desde treinar mulheres, alcançar os filhos perdidos e preencher a lacuna entre as denominações, ele era diferente de qualquer outro.

Moody era um homem de grande discernimento. Ele tinha uma habilidade inata de encontrar pessoas capazes e piedosas para colocar em posições de liderança e levar suas ideias à prática. Isso o capacitou a continuar seu trabalho evangelístico enquanto seus ministérios floresciam. Ao longo de sua vida, Moody sempre encontrou tempo para estar com sua família, fazendo todos os esforços para mostrar seu amor e carinho por eles.

Moody morreu em 22 de dezembro de 1899, cercado por sua família, em Northfield, Massachusetts.

 

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame