Ex-viciado é resgatado das ruas em evangelismo e se torna pastor: “De escravo para filho”

Conhecido no crime como “Nego Tito da Matias”, Rafael Trindade, de 37 anos, passou 20 anos sendo escravo do crack, vivendo entre as ruas e as prisões do RS. Mas tudo mudou quando ele conheceu Jesus através de um evangelismo de rua.

Fonte: Guiame, Cássia de OliveiraAtualizado: quarta-feira, 14 de julho de 2021 13:56
Rafael Trindade passou 20 anos viciado em crack até ter um encontro com Jesus através de um evangelismo de rua. (Foto: Arquivo pessoal).
Rafael Trindade passou 20 anos viciado em crack até ter um encontro com Jesus através de um evangelismo de rua. (Foto: Arquivo pessoal).

Há 1 ano, Rafael Trindade, de 37 anos, era conhecido como “Nego Tito da Matias” entre os parceiros da criminalidade nas ruas do bairro periférico Matias, em Canoas (RS). Dependente do crack há 20 anos, ele passou grande parte de sua vida em prisões gaúchas ou roubando nas ruas para sustentar o vício.

Porém, o “Nego Tito” foi resgatado por jovens cristãos que evangelizavam na madrugada de em maio do ano passado e Deus o transformou no pastor Rafael, que agora vive uma nova vida em Cristo Jesus.

Quando o Inconformados, movimento de evangelismo urbano da juventude da Assembleia de Deus de Canoas, encontrou Rafael embaixo de um viaduto, ele estava morando nas ruas há um mês, depois de ter perdido a confiança dos pais por roubar a família para comprar droga.

“Eu tinha uma casa, mas vivia nas ruas, procurando alguém para roubar, enganar ou pedir para manter o vício do crack. Era muito triste. Perdi várias amizades boas por mentir e roubar essas pessoas”, contou Rafael, em entrevista ao Guiame.

Rafael já havia se envolvido com o tráfico e passado por seis penitenciárias no Rio Grande do Sul. A dependência química era muito grande e nenhum dos tratamentos em clínicas que havia feito tinham sido eficazes.

“A minha vida sem Jesus era uma vida amarga, vazia, sempre me faltava algo. Eu não tinha esperança e nem perspectiva de nada. Não tinha planos e objetivos nenhum na vida. E tudo o que eu tentava fazer dava errada”, disse o ex-morador de rua.

Resgatado das ruas


A equipe do Movimento Inconformados, em visita a Rafael na Comunidade Terapêutica Amor ao Próximo, em Gravataí (RS). (Foto: Arquivo pessoal).

 O dia 2 de maio de 2020 sempre ficará marcado na história de Rafael Trindade. Naquele sábado, jovens cristãos pregaram o Evangelho que liberta da escravidão do pecado e estenderam a mão para ajudar o homem em situação de rua, oferecendo comida e agasalhos. Porém, o que Rafael mais queria naquele momento era ser liberto do vício, que estava destruindo sua vida.

"Eu recém tinha usado crack. Eu disse que estava com fome, mas pedi para me internar”, lembra o jovem. Rafael afirmou que já tinha ouvido o Evangelho, enquanto estava no Presídio Central de Porto Alegre e sabia que Jesus era sua única solução.

“Eu sabia das coisas que Deus fazia e que continuava fazendo. Eu tinha a certeza no meu coração de que se eu me entregasse verdadeiramente, se eu acreditasse na Palavra viva, eu teria êxito na minha recuperação”, contou.

Na manhã seguinte, às 6h, Leonardo Brito, da equipe de logística do Inconformados, buscou Rafael e o levou para a Comunidade Terapêutica Amor ao Próximo, em Gravataí.

Durante os nove meses seguintes, Rafael passou pelo difícil processo de recuperação e quebra da dependência química. Ele lutou uma batalha espiritual na Torre de Oração, um local do Centro para intercessão, e conquistou sua vitória em Cristo.

“Foi um tempo árduo e difícil no começo. Às vezes, eu sentia falta da rua e da droga, mas a maior falta que sentia foi da minha família, dos meus filhos. O tempo com Deus que passei na Torre de Oração me fizeram vivenciar as coisas mais lindas da minha vida. Coloquei projetos aos pés da cruz e hoje estão se realizando”, testemunha Rafael.

Nova vida em Cristo


Rafael na Igreja Nações do Amor de Deus, em que foi consagrado pastor. (Foto: Arquivo pessoal).

O homem recuperado recebeu de Deus um emprego digno, uma casa para morar e uma família abençoada que ele irá formar nesta sexta-feira (16), ao se casar com sua noiva Josiane.

“Eu consegui restituir o amor da minha família, que tinha perdido. A confiança retomada foi muito grande”, celebra o cristão.

Hoje, Rafael é uma nova criatura em Cristo e trabalha como vice-diretor da Comunidade Terapêutica Amor ao Próximo, ajudando outras pessoas que passam pelo o que ele já vivenciou. Ele também foi consagrado pastor na Igreja Nações do Amor de Deus.

“Antigamente me chamavam de ‘Nego Tito da Matias’ no crime. Hoje, as pessoas me chamam de Rafa, de Pastor Rafael. Hoje, tenho nome e sobrenome. Meu nome está no Livro da Vida. O Rafael vive em família, tem amor pelo próximo. Deixou de ser escravo, para ser filho de Deus. E, em pouco tempo, o Senhor tem feito coisas impressionantes na minha vida”, testemunha o pastor.

E conclui: “Como é bom sentir o amor de Deus. Hoje posso dizer que a justiça de Deus alcançou minha vida”.

 

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame