Esperança alcança quatro cantos do Planalto Central

Esperança alcança quatro cantos do Planalto Central

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:24

A região do Distrito Federal, que abrange 34 municípios, recebeu a mensagem de esperança apresentada pela Igreja Adventista do Sétimo Dia neste 15 de maio. E ela veio à porta de casa, pela caixinha de correio, pelo trio elétrico, de bicicleta, de carroça e por muitos outros peculiares meios. A sede administrativa da Igreja nesta geografia sonhou com o alcance de cada habitante. E cada defensor dessa esperança se organizou e trabalhou com o mesmo objetivo. "Que não seja pela nossa negligência que uma só pessoa deixe de receber essa mensagem", afirmou o líder da Igreja Adventista no Planalto Central, Jairo Torres.

As escolas adventistas do Distrito Federal e entorno puxaram a fila. Na quinta-feira, 13 de maio, centenas de alunos saíram às ruas para promover Um Dia de Esperança para o Planeta. "Nosso objetivo é chamar a atenção da população para

Pontualmente 6h10 da manhã. Essa foi a hora do início da trajetória dos seis ciclistas da esperança. O roteiro: Samambaia, Núcleo Bandeirante, L2 sul e norte, Colorado e Planaltina. "Foram 90 quilômetros muito intensos, passamos por perigos e fortes sustos. Nos maravilhamos com o livramento de Deus", revela o líder do grupo Erick Costa Sousa. "As pessoas se surpreendiam muito com a nossa chegada, todos com a camiseta do projeto, chegando assim de repente. Elas aparentavam uma estranheza, mas logo abriam um sorriso quando entendiam que trazíamos esperança", conta. Eles entregaram exatamente 777 revistas aonde passaram.

Em Flores de Goiás, a esperança foi transportada por um meio mais rústico, uma carroça. "Eles entregavam os folhetos pelas ruas e casas com muita alegria no coração", explica o pastor da cidade João Marcos Bernardi. Sobre a carroça estavam cerca de 8 pessoas que vibravam com a oportunidade de pregar ao seu estilo.

Em Formosa (GO)  não teve quem não notasse a esperança passar pelas ruas da cidade. Um trio elétrico anunciava o Dia de Esperança e era seguido por uma multidão de jovens, desbravadores, senhoras, famílias e amigos. O comércio parou para receber as revistas e folhetos da campanha, além da tentadora espiadinha no movimento da rua. Camisetas, faixas e gritos de guerra contagiaram até os menos curiosos. O movimento foi uma ação conjunta dos distritos de Formosa e Formosinha, e culminou num programa na praça central da cidade, com muita música e convidados especiais.

A Igreja Adventista central de Planaltina lembrou que o dia 16 de maio é o dia oficial do gari e ofereceu um café da manhã especial para todos os funcionários de limpeza pública da cidade. Cada um recebeu a revista da campanha e um exemplar do livro Tempo de Esperança, além do convite para estudar a Bíblia. Em seguida realizaram um culto mais enxuto e saíram todos às ruas para a entrega das revistas e folhetos do projeto.

Em Sobradinho, as 13 mil revistas e folhetos foram pouco. Cerca de 80 carros saíram da Igreja Adventista central para percorrer as principais ruas e comércio da cidade. "Se tivéssemos mais teria saído tudo", garantiu o pastor da cidade, Manolo Damasio. "Foi incrível, eu queria mais", vibrou Léo Tavares, da mesma igreja.

A Igreja Adventista da Asa Norte, Brasília, entregou 3 mil revistas na Vila Basevi e Lago Oeste e outras 4,5 mil na Vila Planalto. Eles ainda continuam a distribuição no próximo fim de semana.

São 800 mil folhetos, 400 mil revistas e 10 mil balões os totais da campanha no Planalto Central. O Impacto Esperança veio com força total e deixou expectativas para a próxima edição. "Já tenho novas ideias para a próxima vez, vai ser ainda melhor", idealizou Tavares.

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame