Encontro de líderes lança projeto para plantio de novas congregações

Encontro de líderes lança projeto para plantio de novas congregações

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:58

Após três dias de palestras e discussões acerca da agenda do ano, a liderança da Igreja Adventista do Sétimo Dia para a região central do Estado encerrou seu encontro na tarde desta quinta-feira, 27. A reunião, voltada para pastores, enfatizou o preparo espiritual como primeiro passo para alcançar êxito nos resultados.

O maior desafio lançado aos pastores que atuam em 36 localidades do Estado foi o projeto Templos de Esperança, idealizado pelo corpo administrativo da Igreja no Sul do País. A meta é fundar 800 novas congregações no prazo de cinco anos. Dessas, 100 devem ser levantadas na região central do Paraná.

O pastor Lourival Gomes de Souza, presidente da Igreja nessa localidade, reconhece que a meta é desafiadora. No cálculo matemático, 20 templos deveriam ser erguidos anualmente para que em cinco anos o alvo fosse alcançado. Porém, seu plano é que em 2011 nasçam 36 novas congregações, número idêntico ao de locais em que há presença adventista dentro do limite administrativo.

O plano está inserido em um projeto do departamento de Missão Global, que pretende estabelecer Igrejas onde não existe presença adventista. Na percepção do pastor Marcelo Cardoso, secretário da Igreja Adventistas na região central do Estado, para alcançar êxito os pastores também precisam da colaboração dos membros.

"Quando a ideia é Missão Global, a tendência é ter medo do desconhecido. Esse não é um desafio apenas do pastor, mas da Igreja. Ela precisa entender que esse é o nosso foco e que devemos estabelecer Igrejas onde elas não existem para que mais pessoas conheçam o que nós conhecemos", aponta Cardoso. Para ele, o maior desafio é motivar os membros para que contribuam com o trabalho.

Na avaliação de Souza, a resposta dos participantes aos projetos apresentados superou aquilo que era esperado. Ele destaca que o encontro teve uma forte ênfase espiritual e motivou os pastores para encararem um ano diferenciado, um ano que ele considera como um divisor de águas na vida desses homens. "É desafiador, mas Deus vai nos ajudar", crê.  

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame