“Deus ainda está no comando”, diz Ben Carson após se recuperar de estado grave de Covid-19

Ben Carson é membro da força-tarefa de combate ao coronavírus da Casa Branca e pediu à população que se una para vencer a pandemia.

Fonte: Guiame, com informações do Christian PostAtualizado: segunda-feira, 23 de novembro de 2020 11:42
Secretário Dr. Ben. Carson visita prestadores de serviços para moradores de rua, em Detroit, Michigan, em agosto de 2020. (Matthew Koenig / Kalamazoo Gospel Ministries)
Secretário Dr. Ben. Carson visita prestadores de serviços para moradores de rua, em Detroit, Michigan, em agosto de 2020. (Matthew Koenig / Kalamazoo Gospel Ministries)

Quase duas semanas após testar positivo para Covid-19, o renomado neurocirurgião aposentado e Secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano dos EUA, Dr. Ben Carson acredita que está "fora de perigo no momento" e está confiante de que "Deus está ainda no comando” de todas as coisas.

“Tenho várias comorbidades e, após um breve período em que experimentei apenas um pequeno desconforto, os sintomas se aceleraram e fiquei gravemente doente”, compartilhou o neurocirurgião pediátrico aposentado de 69 anos em sua página do Facebook, na última sexta-feira (20).

Carson, que é um membro da força-tarefa de combate ao coronavírus da Casa Branca, disse que o presidente Trump estava acompanhando sua condição e o liberou "para a terapia de anticorpos monoclonais que ele havia recebido anteriormente”.

“Estou convencido de isso que salvou minha vida", acrescentou o Secretário do governo dos EUA.

Graças à “a fabulosa equipe médica da Casa Branca e os médicos fenomenais de Walter Reed”, acrescentou ele, “acredito que estou fora de perigo neste momento”.

O secretário fez o teste no hospital ‘Walter Reed National Military Medical Center’, em Bethesda, Maryland.

Ele também lamentou que a pandemia e todos os fatores relacionados a ela, como medicamentos e vacinas esteja sendo politizados.

“Tenho esperança de que possamos parar de brincar com a medicina política e, em vez disso, combinar nossos esforços e boa vontade para o bem de todas as pessoas”, continuou Carson em seu posto. “Embora eu seja abençoado por ter o melhor atendimento médico do mundo (e estou convencido de que isso salvou minha vida), devemos priorizar a obtenção de tratamentos e cuidados comparáveis ​​para todos o mais rápido possível”.

Ele explicou ainda que muitos "tratamentos promissores" precisam ser testados, aprovados e distribuídos mais cedo, e não mais tarde, "para que a economia possa ser reaberta e todos possamos voltar a uma aparência de normalidade".

Carson disse que "as pessoas devem reconhecer que há uma série de etapas definidas que legalmente devem ser tomadas antes que as vacinas sejam liberadas ao público", alertando que as tentativas "de causar alarme dizendo que atalhos perigosos foram tomados" só vai "atiçar o medo".

O secretário ainda expressou sua fé em Deus ao declarar que acredita que Ele ainda está no comando.

“Juntos seremos vitoriosos. Deus ainda está no comando”, declarou ele.

O teste para Covid-19 que deu positivo em Carson veio dias depois de ele participar de uma festa presencial na Casa Branca na noite da eleição.

Mark Meadows, chefe de gabinete do presidente que também compareceu à festa na Casa Branca, também deu positivo. Pelo menos cinco outras pessoas na Casa Branca testaram positivo para o vírus.

Siga-nos

Mais do Guiame