Centenário da presença pentecostal no país ganha livro

Centenário da presença pentecostal no país ganha livro

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:01

No marco do centenário da chegada dos primeiros missionários pentecostais ao país, o teólogo Carlos Aguirre Salinas apresentou, no auditório do Conselho Nacional de Pastores da Nicarágua (CPEN), na última semana de dezembro, o livro “O pentecostalismo em transição e a globalização”.

O livro foi editado em cooperação com a Rede de Estudos Latino-Americana Pentecostais, (Relep) e a Casa Giordano Bruno. A obra traz artigos de pesquisadores e sociólogos da Faculdade Evangélica de Estudos Teológicos (Feets), do Seminário Teológico Batista de Manágua, e enquetes realizadas nas igrejas históricas e a igreja Assembléias de Deus, de linha pentecostal.

Em entrevista à ALC, Salinas disse que o primeiro missionário norte-americano chegou à cidade de León em 1910, e dois anos depois foram a Matagalpa, a 145 Km ao norte da capital.

Salinas destacou o crescimento do pentecostalismo no país, reunindo pessoas de poucos recursos econômicos. Hoje, há um novo rosto no pentecostalismo motivado pela megaigreja Hosana, que congrega profissionais, pequenos e grandes empresários de classe média e alta.

O autor explicou que o título do seu livro deve-se ao expansionismo evangelístico no país, que continua recebendo, no meio do mercado religioso e no meio do debate da chamada Teologia da Prosperidade, profetas e apóstolos norte-americanos e da América do Sul.

Salinas trata de narrar a peregrinação do pentecostalismo, desde sua chegada à Nicarágua, e acredita que o livro será de grande utilidade para a família pastoral, pesquisadores e historiadores religiosos.

Por Trinidad Vásquez

Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame