Após encontro com Jesus, ex-presidiário ajuda a restaurar a vida de detentos

Ao longo de quatro anos, Molthan acumulou 27 entradas em detenções e acabou sendo transferido para uma prisão cheia de assassinos.

Fonte: Guiame, com informações do CHVN RadioAtualizado: quarta-feira, 6 de julho de 2022 14:28
Michael Molthan. (Foto: Facebook Michael Molthan)
Michael Molthan. (Foto: Facebook Michael Molthan)

Michael Molthan era criança quando começou a passar por experiências difíceis, como o abandono de seu pai até o abuso de seu avô. Esses traumas o jogaram em uma vida de solidão, drogas e álcool.

Devido os traumas e efeito das drogas, Molthan tentou o suicídio e também foi preso.

“Desde muito jovem, meu avô começou a abusar de mim. Foi a primeira vez que guardei um segredo”, disse Molthan. “Meus pais me diziam que eu era exatamente como meu avô – meus maneirismos, o jeito que eu falava e até minha caligrafia. Eles me disseram que eu ia crescer para ser como ele. Isso foi confuso para mim."

“Em 2011, tive meu primeiro contato com a prisão. Cheguei a um lugar que pensei que nunca iria”, disse Molthan. “Depois da minha primeira entrada, fiz tudo o que pude para que isso desaparecesse. Eu estava me tornando esse homem que pensei que nunca seria.”

Ao longo de quatro anos, Molthan acumulou 27 entradas em detenções e acabou sendo transferido para uma prisão cheia de assassinos.

Em sua cela de quatro por nove, ele conta que foi tomado pela ansiedade, andava de um lado para o outro; porém, quando ele começou a ler a Bíblia, tudo começou a mudar.

Molthan conta que uma certa manhã, ele acordou e teve uma experiência que nunca havia tido antes.

“Enquanto exalava, todo o ódio, raiva e ressentimento estavam saindo do meu corpo”, disse Molthan. “Foi então que a Bíblia começou a fazer sentido. Comecei a ler para outros presos que não sabiam ler. Os guardas ficaram surpresos por estarmos tão próximos e servindo juntos.”

Missão inesperada

Três meses após este encontro, Molthan foi libertado da prisão devido a um erro de papelada. Ele sentiu que Deus lhe disse para ir se entregar, mas o juiz ouviu sobre o que Molthan estava fazendo na prisão e deu-lhe uma missão inesperada.

Reconhecendo que foi quando chegou ao fundo do poço que encontrou Deus, Molthan agora dedicou sua vida a ajudar os outros em seu caminho para a recuperação usando sua própria experiência pessoal, como era para ele e como sua vida mudou hoje.

“Só Deus pode transformar um criminoso em um fenômeno”, disse ele.

No novo White Chair Film lançado pela organização global de contadores de histórias, I Am Second, Michael Molthan compartilha sobre suas lutas passadas, vício, chegando ao fundo do poço e procurando uma saída para sua vida desregrada no passado.

Molthan mostra que por meio da fé, ele se transformou de criminoso em fenômeno.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições