Uma história de conversão na Itália

Uma história de conversão na Itália

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:00

A jovem Elisa, membro da Igreja Batista de Lodi, cidade italiana que faz fronteira ao norte de Milão, tem uma história que mais parece roteiro de cinema. O Pr. Manoel Florêncio, missionário naquela cidade, conta que o processo de conversão dessa moça começou enquanto ela ainda era universitária. Ele lembra que Elisa participou de uma conferência na faculdade sobre a História do Cristianismo, dirigida por um professor que é também pastor. Na ocasião, ela ficou tão fascinada pelo tema que resolveu mudar para o curso de História, especializando-se em História do Cristianismo.

Com isso, a jovem teve mais oportunidades de conversar com aquele professor-pastor. E certo dia, pesquisando o sobrenome de Elisa, ele descobriu que ela era bisneta de um falecido pastor batista que vivera na cidade de Roma. A jovem ficou muito surpresa; sua família, católica, escondia o fato, por julgá-lo ser uma espécie de desonra para eles.

Movida pela curiosidade, Elisa se aplicou em pesquisar mais sobre o seu bisavô e descobriu que ele fundara um jornal evangélico em Roma e deixou muitos artigos escritos. Ela os leu e se identificou muito com as verdades escritas por aquele homem de Deus. Tocada pelo Espírito do Senhor, decidiu que mais tarde tomaria uma posição a respeito do assunto.

Passaram-se quase 20 anos, quando Elisa não resistiu mais ao desejo de se aprofundar mais no assunto e tomar uma posição ao lado de Cristo. Ela conheceu, então, a Igreja Batista de Lodi que estava sem pastor. Quando o Pr. Manoel Florêncio assumiu a igreja, em janeiro de 2010, pôde orientá-la em sua preparação para o batismo e ver o quanto o seu coração estava aberto, pronto a aprender e a pôr em prática os ensinamentos do Senhor Jesus.

“Elisa é uma verdadeira discípula do Mestre. Com muita alegria a batizei no último domingo de maio passado, na Igreja de Lodi; um momento de profunda alegria para a pequenina igreja, que há muitos anos não realizava batismos”, comemora o pastor.

Por Sérgio Dias 

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame