Soldados do Sudão do Sul entregam suas vidas a Jesus durante cruzada

O local usado para a cruzada foi o mesmo terreno que há apenas alguns anos estava coberto de sangue devido à guerra civil.

Fonte: Guiame, com informações do UGCN e Bernie MooreAtualizado: sexta-feira, 22 de outubro de 2021 12:45
Bernie Moore ora pelos soldados que se entregaram a Jesus. (Foto: Reprodução / Bernie Moore Ministries International).
Bernie Moore ora pelos soldados que se entregaram a Jesus. (Foto: Reprodução / Bernie Moore Ministries International).

O Sudão do Sul recebeu uma cruzada liderada pelo evangelista Bernie Moore, da Bernie Moore Ministries International, juntamente com os pastores locais no período de 15 a 17 de outubro.

O evento evangelístico reuniu uma das maiores multidões já testemunhadas na história da cidade, segundo fontes locais. Elas eram principalmente das cidades de Gudele, Munuki, Mauna.

A cruzada resultou em centenas de pessoas entregando suas vidas a Jesus, entre as quais vários soldados que servem nas Forças de Defesa do Povo do Sudão do Sul. Outros foram curados milagrosamente durante o evento, realizado no Zain Grounds Gudele, em Juba.

“Deus está levantando guerreiros”, disse o evangelista Bernie Moore, após a cruzada.

Os oficiais de segurança incluíam um homem deficiente, que conseguia andar sem esforço após a oração.

Militar recebe a cura e volta a andar. (Foto: Reprodução / Bernie Moore Ministries International).

Falando durante o primeiro dia da cruzada, o Juba Monitor cita o evangelista Bernie Moore como tendo encorajado os participantes a se abrirem a Jesus Cristo sem medo.

“Não permita que a multidão o impeça de orar a Deus, peça-lhe qualquer coisa e não tenha medo, não deixe que a multidão o impeça de apresentar seus problemas a Jesus”, disse o evangelista Bernie.

O evangelista explicou que, "quando fiz o chamado para a salvação, pareceu-me que todas as mãos no campo dispararam como um foguete!".

E acrescentou: “O Senhor derramou a salvação como uma onda poderosa e então as curas, bem como a libertação, começaram a acontecer sobrenaturalmente em todo o campo.”

Guerra civil

O local usado para a cruzada foi o mesmo terreno que há apenas alguns anos estava coberto de sangue devido à guerra civil.

O diretor da cruzada, Mark Ronnie, um evangelista nascido em Uganda, contou que não "cabia mais ninguém mais no campo".

Multidão lota espaço onde aconteceu a cruzada com Bernie Moore. (Foto: Reprodução / Bernie Moore Ministries International).

“A fome que essas pessoas preciosas têm é absolutamente irresistível e, ao mesmo tempo, muito humilhante. Experimentar isso é celestial”, disse ele.

“Ver pessoas entregando suas vidas a Cristo nunca envelhece. O que o Senhor fez esta noite simplesmente nos deixou totalmente maravilhados. O céu beijou a terra”, acrescentou.

As cruzadas geralmente são realizadas ao ar livre na África e em outros continentes para que as pessoas se sintam bem-vindas para ouvir uma mensagem sobre o poder salvador do Evangelho explica os realizadores.

Ministério frutífero

O ministério de Bernie, de acordo com relatos, viu mais de 1.000.000 de pessoas virem a conhecer Jesus Cristo como seu Salvador, milhares receberem milagres, várias novas plantações de igrejas no exterior, bem como igrejas existentes triplicar e quadruplicar de tamanho após as cruzadas do Evangelho.  

“Agradeço a Cristo Jesus, nosso Senhor, que me fortaleceu, por me considerar fiel, nomeando-me para o seu serviço. Embora eu já tenha sido um blasfemador, um perseguidor e um homem violento, teve misericórdia de mim porque agi por ignorância e descrença. A graça de nosso Senhor foi derramada sobre mim abundantemente, junto com a fé e o amor que estão em Cristo Jesus”, diz a biografia do evangelista Bernie.

Siga-nos

Mais do Guiame