Pastor preso durante 18 anos na China, encontra sua igreja multiplicada ao ser solto

Chang Wong plantou uma pequena congregação doméstica numa isolada região montanhosa. Após sua prisão, os fiéis seguiram os ensinamentos do pastor de pregar aos perdidos, alcançando milhões de pessoas.

Fonte: Guiame, com informações do God ReportsAtualizado: sexta-feira, 25 de junho de 2021 19:33
Chang Wong se surpreendeu ao encontrar sua pequena congregação transformada numa grande igreja, após 18 anos. (Foto: Bible Society).
Chang Wong se surpreendeu ao encontrar sua pequena congregação transformada numa grande igreja, após 18 anos. (Foto: Bible Society).

Chang Wong* era um jovem casado que foi guiado por Deus a plantar uma pequena igreja secreta numa distante região montanhosa da China. Na época, não haviam tantos pastores e o Evangelho não era amplamente conhecido no país comunista.

O jovem pastor se mudou com a família para a região a fim de evangelizar os moradores. Sem transporte, Wong caminhava por horas para pregar e ensinar em cultos secretos.

“Eu passaria longas horas caminhando arduamente por montanhas para chegar a casas para reuniões secretas. Meus ouvintes acreditaram no Espírito Santo de que lhes falei, e tínhamos muitas profecias, vimos muitos sinais e maravilhas, milagres e salvação”, contou Wong ao God Reports.

A congregação de Wong não tinha outros ministros para ajudar no pastoreio, não tinha ministério de louvor e nem mesmo Bíblias. Mas, o pastor discipulou muito bem as pessoas que se converteram a Jesus. Elas amavam a Palavra de Deus e juntavam dinheiro o ano inteiro para comprar um Novo Testamento e depois ainda rasgavam as páginas para repartir a Palavra com aqueles que ainda não tinham condições de ter as Escrituras.

Preso numa cela minúscula, mas livre em Cristo

Quando o filho do pastor tinha quatro anos, Chang começou a ser perseguido e investigado pelo Escritório de Segurança Pública da China, até que um dia ele foi levado para uma prisão, a muitos quilômetros de distância da região montanhosa.

Certo dia na prisão, Wong pediu que os guardas o deixassem “ser um bom cristão” e permitissem que ele se encarregasse de limpar os baldes de dejetos humanos de todas as celas.

Achando que ele era um tolo, os soldados deixaram o pastor fazer a tarefa desagradável e começaram a deixar os baldes a serem limpos em sua cela. Por causa do mau cheiro da minúscula cela de Wong, os guardas não mais ficavam próximos e assim, o pastor pode adorar a Deus sem ser punido, cantando hinos, lembrando dos versículos bíblicos e orando por sua família e congregação.

Apesar da provação de sua fé na prisão, Chang afirmou que se fez de louco para se tornar sábio, citando o apóstolo Paulo: “'Mas foi bom ter a oportunidade de adorar nosso Senhor em particular”.

E assim passou o pastor Wong durante 18 anos, até que certo dia ele foi solto por engano e pode voltar para sua família e sua igreja doméstica.

O líder foi informado que sua congregação “simplesmente sabia” que ele seria solto e que haviam se reunido para lhe ouvir pregar. Ao chegar ao local, uma clareira na montanha, o pastor Wong, que imaginou que iria encontrar sua pequena congregação doméstica, se deparou com uma multidão de pessoas.

“Quem são todas essas pessoas?' ele perguntou, espantado. “Ora, sua igreja, pastor; eles viajaram muitos quilômetros e muitos dias pelas montanhas, para cumprimentá-lo”, lhe responderam.

“Minha igreja? Mas eu estive fora por anos. Como isso é possível? Éramos poucos quando fui capturado. Quem são seus pastores que alcançaram tantas pessoas?”, perguntou Wong, incrédulo.

E alguém respondeu: “Você é nosso pastor. Temos apenas você para nos pastorear”.

Espantando, Wong disse: “'Eu? Mas já estive na prisão por 18 anos, não estava aqui ”.

“Mas pastor, nós apenas fizemos o que você nos ensinou: alcançamos os perdidos, ensinamos o que você nos ensinou a compartilhar. Para confiar no Espírito Santo e crer em sua ajuda e orar por milagres. Nós somos sua igreja, pastor, por favor, nos ensine mais. Não tememos as autoridades, tememos não seguir as instruções de Deus”, disseram.

*nome alterado por questões de segurança.

 

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame