Mulheres e crianças são presas na Eritréia enquanto oravam

Mulheres e crianças são presas na Eritréia enquanto oravam

Fonte: Atualizado: terça-feira, 1 de abril de 2014 03:49

O governo eritreu prendeu onze cristãos, incluindo mulheres e crianças, em Asmara, capital da Eritréia. Os pastores Mesfin e Tekie, o Sr. Isaac, quatro crianças e quatro mulheres foram presas enquanto realizavam uma reunião de oração numa casa particular. Os detidos são membros da Igreja de Cristo, que existe desde 1950 no país.

Eritréia reconhece apenas quatro grupos religiosos: islamismo, igreja ortodoxa, a igreja católica romana e a igreja evangélica luterana. Todos os outros grupos religiosos são considerados ilegais e não podem realizar cultos nem mesmo em casas particulares.

Os oficiais eritreus já aprisionaram mais de três mil cristãos por tentarem exercer liberdade religiosa. Os cristãos encarcerados são mantidos em condições desumanas e em calabouços subterrâneos, contêineres de metal e quartéis. Vários cristãos ficaram cegos e até morreram dentro das prisões. Os acusados presos nunca foram julgados.

Um cristão na Eritréia afirmou que a perseguição vai de mal a pior. "O número de cristãos que fogem do país está aumentando. A situação se intensificará, a menos que a comunidade cristã internacional nos ajude".

O gerente regional da organização International Christian Concern para a África, Jonathan Racho, disse: "Estamos muito tristes em saber sobre a detenção ilegal dos onze cristãos. Estamos preocupados com a segurança dos detentos, especialmente das crianças. Estamos trabalhando para libertar imediatamente estes onze cristãos e os três mil que foram presos devido a sua fé em Jesus Cristo".

A International Christian Concern é uma organização de direitos humanos que existe para ajudar os cristãos perseguidos no mundo inteiro. Ela dispõe de sensibilização, defesa e assistência à igreja perseguida.

Postado por: Felipe Pinheiro

Conferência Voz dos Apóstolos - Inscreva-se!
Siga-nos

Comentários

Mais do Guiame