Irmãs analfabetas evangelizam aldeia na África com encenações das histórias bíblicas

Hoosna e Zahra viajam três horas toda semana, atravessando deserto e terrenos rochosos, para pregar o Evangelho às mulheres.

Fonte: Guiame, com informações de International Mission BoardAtualizado: terça-feira, 21 de setembro de 2021 18:12
 Hoosna e Zahra viajam três horas toda semana, atravessando deserto, para pregar o Evangelho às mulheres. (Foto: Audio Scripture Ministries).
Hoosna e Zahra viajam três horas toda semana, atravessando deserto, para pregar o Evangelho às mulheres. (Foto: Audio Scripture Ministries).

As irmãs Hoosna* e Zahra*, do norte da África, desejaram anunciar as boas novas do Evangelho, assim que receberam Jesus, através de uma missionária batista em seu país. Com coragem e amor, as duas irmãs atravessam deserto e terrenos rochosos para pregar a Palavra de Deus a mulheres de uma aldeia, a três horas de viagem de suas casas. 

Tudo começou anos atrás, quando Hoosna aceitou ser professora de língua nativa da missionária Ann Ellison. Estudando a Bíblia juntas, Hoosna conheceu o Deus amoroso que se importava com suas dificuldades e ficou interessada em saber mais sobre Ele.

“Desde nosso primeiro encontro, ela estava ansiosa e animada para conhecer a Deus. Ela cria que a Palavra de Deus era a verdade e estava ansiosa para aprender por si mesma”, contou a missionária Ellison.

Hoosna recebeu Jesus como seu salvador e teve um imenso desejo de compartilhar o Evangelho com outras pessoas. No início de sua conversão, ela foi criticada e perseguida pela família de seu marido e, por isso, passou a sentir receio de pregar sua nova fé.

Mas, Ellison incentivou Hoosna a orar a Deus, pedindo para que a guiasse para pessoas abertas ao Evangelho. Logo, o Senhor colocou sua própria meia irmã, Zahra*, em seu coração. Então, Hoosna pregou a Palavra para sua irmã e ela também creu em Jesus. 

Agora, as duas irmãs cristãs ansiavam por evangelizar outras pessoas. Ellison e outros missionários da International Mission Board (IMB) as discipularam e prepararam durante dois anos. E juntas, Hoosna e Zahra, passaram a ir numa aldeia pregar o Evangelho a mulheres. 

Como elas não sabem ler nem escrever, já que o analfabetismo entre mulheres é alto na região, os missionários forneceram áudios de lições bíblicas em cartões SD, que podem ser escutados em celulares.  

Assim, toda semana, Hoosna e Zahra, viajam para a aldeia e contam histórias bíblicas através de encenações e de suas próprias palavras, além de responder perguntas de suas ouvintes. De acordo com Ellison, as novas evangelistas foram bem recebidas na aldeia e as mulheres esperam ansiosas pela visita delas.

A missionária também destacou a importância de formar evangelizadores locais para que também possam pregar entre seu povo. 

“Achamos que é importante porque eles podem viajar para lugares que não podemos. Além disso, a parte oriental do nosso país é vasta e sabemos que Deus quer que os povos aqui ouçam as boas novas. Devemos realmente procurar maneiras de equipar os mensageiros que saem do campo de colheita!”, afirmou Ellison. 

*nomes alterados por questões de segurança.

Siga-nos

Mais do Guiame